sábado, 21 de julho de 2018

TRAGÉDIA

Criança morre com tiro quando brincava com arma do pai em Três Lagoas

29 OUT 2010Por Rose Rodrigues, Três Lagoas00h:00

Uma criança de 10 anos morreu no início da noite de quarta-feira vítima de um disparo acidental, quando brincava com a irmã, de 5 anos, em sua residência. O menino foi atingido com um tiro na cabeça e morreu quando estava sendo atendido pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A tragédia aconteceu numa residência na Rua José Brito Leal, no Bairro Santa Terezinha, em Três Lagoas. O corpo do menino foi enterrado na manhã de ontem, no Cemitério Santo Antonio.

Segundo informações da polícia, as duas crianças estavam sozinhas no imóvel, que fica ao lado da casa do avós. Os pais haviam saído e deixado os filhos sob os cuidados dos avós maternos. Os irmãos estavam correndo no quintal da casa e os avós ouviram um disparo. Eles foram até a casa, quando encontraram a criança caída de bruços, deitada em cima do revólver.

A avó da criança passou mal e foi encaminhada para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. A arma, um revólver de calibre 32, que foi apreendida pela polícia, pertencia ao pai do menino, de 39 anos, que é funcionário da Câmara de Vereadores de Três Lagoas.

Em depoimento, o pai afirmou que o revólver é registrado e que ele tem porte da arma; disse ainda que mantinha a arma sempre escondida em cima do guarda-roupa, no quarto do casal. Junto com o revólver que provocou a tragédia, a polícia também apreendeu uma réplica de brinquedo, que pertencia ao menino morto. A polícia abriu inquérito para investigar as circunstâncias da morte.

Leia Também