Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Tragédia no Rio

Criança baleada teria avisado sobre tiroteio em escola

7 ABR 2011Por uol13h:38

Uma criança baleada avisou a polícia que havia um homem atirando na escola municipal em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, segundo o Detro (Departamento de Transportes Rodoviários), na manhã desta quinta-feira (7). Um policial militar que dava apoio a uma fiscalização do Detro, no bairro, foi quem rendeu Wellington Menezes de Oliveira, o autor dos disparos que mataram, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 11 crianças na escola municipal Tasso da Silveira. O atirador também morreu. Segundo as últimas informações da secretaria, há 13 feridos, sendo dez meninas e três meninos --quatro estão em estado grave.

Segundo informou o Detro, equipes do órgão atuavam na rua Piraquara, perto da escola, quando uma criança baleada se aproximou e avisou que havia um homem atirando dentro do colégio. Os PMs do Batalhão de Polícia Rodoviária foram imediatamente para o local.

Lá, encontraram as crianças trancadas nas salas de aula e Wellington subindo a escada em direção ao terceiro andar da escola. O policial atirou na perna do criminoso e pediu que ele largasse a arma. O atirador caiu no chão e se matou com um tiro na cabeça, ao ser rendido.

Leia Também