Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Crescimento de Dilma mexe com os nervos dos tucanos

2 MAR 10 - 06h:07
O crescimento da ministra- chefe da Casa Civil Dilma Rousseff (PT) na pesquisa de intenção de voto, realizada pelo Datafolha, está mexendo com os nervos dos tucanos de Mato Grosso do Sul. A senadora Marisa Serrano, vice-presidente nacional do PSDB, admitiu a preocupação do partido com o resultado do levantamento. Mas acredita na recuperação do espaço perdido nos últimos dois meses pelo governador de São Paulo e possível candidato à sucessão presidencial, José Serra. Para alcançar esse objetivo, a estratégia tucana é antecipar o lançamento da précandidatura de Serra e divulgar o seu nome nos programas do PSDB, do DEM e do PPS na televisão. Conforme a pesquisa publicada no último domingo no jornal Folha de S. Paulo, Dilma está apenas quatro pontos percentuais atrás de Serra – a petista atingiu 28% das intenções de voto contra 32% do tucano. Serra caiu cinco pontos em relação a dezembro. “Toda campanha política preocupa. Estando à frente ou atrás, sempre temos de estar atentos”, disse a senadora Marisa Serrano, ao ser questionada sobre a queda de Serra e o crescimento de Dilma. “Mas não que seja impossível reverter. Tanto é possível que o Serra está com 10 milhões de votos na frente da Dilma”, argumentou. Mídia e enchentes Os tucanos atribuíram os números do levantamento à forte exposição da ministra na mídia em janeiro e fevereiro e às enchentes em São Paulo, que teriam prejudicado a imagem de Serra. “A Dilma está há um ano e meio fazendo comícios. É natural que, com essa macro exposição, ela cresça nas pesquisas”, disse o deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB). “O Serra só está resolvendo pepino em São Paulo. Lá está chovendo há 65 dias. Isso o desgastou”, reconheceu. “A população, quando está sofrendo, precisa descarregar sua angústia e preocupação em alguém e geralmente, é nos governantes”, concordou Marisa. Na avaliação do presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja, o fato de José Serra ainda não ter assumido publicamente a sua candidatura a presidente também contribuiu para o resultado desfavorável. Ele observou que Dilma está se aproveitando do cargo de ministra do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para se promover e apontou o descaso da Justiça Eleitoral com a suposta campanha antecipada da petista. “Quando começar o jogo de fato, quando a Dilma assumir o papel de candidata e a Justiça Eleitoral coibir os excessos - infelizmente hoje não está coibindo - teremos debates e o resultado será diferente”, previu. Sem surpresas Conforme Marisa Serrano, o desempenho da ministra nas pesquisas de intenção de voto não surpreendeu o PSDB. O partido sabia que o lançamento da pré-candidatura de Dilma e o programa nacional do PT na televisão, mostrando a ministra ao lado de Lula, contribuiriam para melhorar os índices da petista. Nos bastidores, segundo a Folha de S. Paulo, o PSDB pressiona Serra a antecipar o lançamento da sua pré-candidatura para tentar barrar o crescimento da petista nas pesquisas. Marisa não comentou a pressão dos tucanos sobre Serra, mas disse que lançálo pré-candidato o mais rápido possível é uma das táticas do PSDB para recuperar terreno na corrida presidencial. Outra estratégia é tentar convencer o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, a ser o vice na chapa do PSDB. “Ainda estamos negociando”, disse Marisa. Um terceiro fator deve alavancar Serra, na avaliação da senadora: o horário gratuito na televisão do Democratas, do PPS, bem como dos tucanos, em abril, maio e junho.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ovos mexidos cremosos serve para o café da manhã ou jantar
RECEITAS

Ovos mexidos cremosos serve para o café da manhã ou jantar

SAÚDE

Café pode ser um aliado na perda de peso

Estudo feito na Universidade da Inglaterra, analisou os efeitos de um copo de café
CIÊNCIA

Pesquisadores defendem abordagem personalizada para o envelhecimento

Estudiosos da Universidade do Arizona sugerem levar em conta todas as variáveis que impactaram a trajetória do paciente
Receita de flan de leite condensado com pêssego
SOBREMESA

Receita de flan de leite condensado com pêssego

Mais Lidas