Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

CORRESPONDENTES BANCÁRIOS

Crédito consignado pode ficar 30% mais caro

11 ABR 2011Por INFOMONEY08h:10

As recentes medidas estipuladas pelo Banco Central (BC) sobre a atuação dos correspondentes bancários no País, com a definição da resolução 3.954, podem encarecer em até 30% o preço do crédito consignado.

A opinião é do diretor comercial da financeira Lecca, André Bax. Segundo ele, com a resolução 3.954, foi instituído um item que não permite que os bancos tenham ressarcimento das despesas para os contratos de empréstimo consignado.

“Sem o ressarcimento das despesas com os correspondentes bancários, os custos que o banco têm com a comissão de correspondentes bancários acabam entrando na taxa de juros do crédito consignado”, explica Bax.

De acordo com o executivo, além disso, existe outro fator que deve contribuir para o encarecimento do crédito. Com a resolução, será necessária a formação de cursos preparatórios para qualificar os cerca de 60 mil profissionais que atuam no país.

Fora isso, os correspondentes bancários também terão que gerar relatórios para BC, estabelecer algum vínculo contratual com seus vendedor e disponibilizar um serviço de SAC para garantir a qualidade sobre o trabalho bancário.

“Sem dúvida isso vai melhorar as informações sobre empréstimos e a qualidade do serviço, além de garantir uma maior segurança nas transações Mas também vai gerar custos que serão repassdos para o cliente final”, diz Bax.

 

Leia Também