Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

MORADA DOS BAÍS

Cotidiano inspira obras de Irani Brun Bucker

31 OUT 2010Por OSCAR ROCHA00h:15

A artista plástica Irani Brun Bucker, 68 anos, não utiliza o termo “diário visual” para definir o material que produz, mas bem que poderia. Afinal, as telas e esculturas que levam sua assinatura apresentam muito do seu cotidiano e de suas observações sobre vários assuntos. A exposição que começa na próxima quarta-feira, às 19h30min, na Morada dos Baís, é um bom momento para acompanhar seus passos pessoais e sociais. “Tento colocar nas produções minha história, minha trajetória, o que sinto e vejo”, explica.

Nascida em Campo Grande, com passagem por outras cidades, Irani começou a se dedicar com mais atenção às artes plásticas na década de 1970, iniciando trajetória em coletivas e individuais.  Na nova mostra, destacará 30 telas e 13 esculturas. Nas pinturas, cenas como um batizado na Igreja São Francisco, as flores que têm em seu quintal ou imagens de Campo Grande.

Mesmo dedicando boa parte do seu tempo às  telas, é na escultura que encontra o meio preferido de expressão. “Não me dedico mais à escultura porque é uma arte que necessita de muita atenção e total cuidado. São várias etapas – queimar, lixar, forno. Não dá para sair de perto durante um mês. Mesmo sendo mais complicado de fazer, é a forma de expressão que mais gosto de trabalhar”, afirma.

Nas esculturas podem ser vistas atividades ocupacionais da artista, como os momentos na hidroginástica ou nas observações sobre o comportamento religioso, presente em “As beatas”. “Frequento a igreja e acompanho muitas atividades, isso reflete um pouco nessas obras”.

Por outro lado, observa outro tipo de comportamento, principalmente das mulheres. Isso pode ser visto na série “Profana”. “Como tem as mulheres religiosas, também aparecem as mulheres mais festeiras. Não faço nenhum julgamento, apenas observo as situações”, descreve a artista.

A exposição foi planejada didaticamente, buscando atender às necessidades das escolas que visitarão o evento. “É uma exposição educativa, oferecendo uma mostra significativa do meu trabalho”.

Leia Também