Quarta, 13 de Dezembro de 2017

incêndios

Corumbá lidera ranking de queimadas em MS

13 FEV 2014Por Diário Corumbaense16h:53

Corumbá lidera com folga o ranking de queimadas em Mato Grosso do Sul. Nestes quase 45 dias de 2014, a cidade acumula pouco mais da metade dos focos de incêndios florestais registrados no Estado. Com mais de 150 casos no ano, o total registrado no município supera em mais de cinco vezes os 24 focos contabilizados em Aquidauana ao longo de 2014, que é o segundo na tabela estadual.

De 1º de janeiro até quarta-feira, 12 de fevereiro, os satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) contabilizaram 157 focos de queimadas em Corumbá. No mesmo período, Mato Grosso do Sul registrou 307 focos de incêndios florestais, indica o levantamento do Portal do Monitoramento de Queimadas e Incêndios.

Apenas nos doze dias deste mês, Corumbá já teve 61 focos de queimadas contabilizados, pouco mais de cinco por dia, em média. No Estado, esse total em fevereiro chegou a 11. Os números do INPE mostram que em janeiro, o maior município pantaneiro contabilizou 96 registros de incêndios florestais.

Na quarta-feira, dia 12, o INPE indicava que Corumbá havia sido a cidade brasileira que mais teve focos de queimadas num intervalo de 48 horas. Foram 30 ao todo em dois dias. Logo depois apareceu Canoinhas (SC) com 5 registros. Nesse mesmo período, o bioma Pantanal também liderou a tabela nacional e concentrou 31,4% dos incêndios florestais registrados no Brasil.

Ano passado, Corumbá teve 1.717 focos de queimadas contabilizados pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Muito próximo da metade dos 3.565 registros de incêndios florestais em Mato Grosso do Sul.

Em 2012, a cidade foi a que mais registrou focos de queimadas no Brasil. Foram 6.178 focos, mais de 80% dos 7.546 focos de incêndios florestais contabilizados no Estado durante todo aquele ano.

Leia Também