Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO SUSTENTÁVEL

Corumbá discute proposta de preservação ambiental em rios

Corumbá discute proposta de preservação ambiental em rios
01/03/2014 15:30 - Diário Corumbaense


Com a temporada de pesca aberta neste sábado (1º), nos rios de Mato Grosso do Sul, Corumbá intensifica os entendimentos com proprietários de barcos hotéis, para discutir uma proposta do prefeito Paulo Duarte, voltada à preservação ambiental. O trabalho será feito por uma comissão criada esta semana. A ideia é estimular os proprietários dos barcos hotéis que trabalham na área da pesca esportiva, a aderirem a medidas de conservação ambiental. Em troca, a Prefeitura poderia reduzir o ISS em até 50%. A criação da comissão foi tratada durante uma reunião da equipe da Fundação de Turismo do Pantanal junto com membros do Conselho Municipal de Turismo.

Ao fazer a proposta, o prefeito destacou que “a ideia é incentivar a vinda de turistas para praticar a pesca esportiva na região pantaneira, consumir o peixe aqui mesmo e não transportar o produto para outras regiões do Brasil, fomentando as boas práticas para um Turismo Sustentável”.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o “turismo sustentável é aquele que atende, simultaneamente, às necessidades dos turistas e das regiões receptoras, ao mesmo tempo em que protege e amplia as oportunidades para o futuro. É um condutor ao gerenciamento de todos os recursos, de tal forma que as necessidades econômicas, sociais e ambientais possam ser satisfeitas sem desprezar a manutenção da integridade cultural, dos processos ecológicos essenciais, da diversidade biológica e dos sistemas que garantem a vida”.

Para a diretora-presidente da Fundação de Turismo, “atitudes como esta para maximizar a forma de pensar e fazer o turismo local é estratégica para avançar na competitividade e no desenvolvimento do destino turístico Corumbá, especialmente por meio de uma série de práticas e cuidados para garantir que as atividades gerem cada vez mais benefícios hoje e amanhã para todos os envolvidos”.

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.