Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Minas Gerais

Cortejo de Alencar utilizará carro que transportou Tancredo

30 MAR 2011Por Estadão21h:45

O Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte irá utilizar no cortejo fúnebre do ex-vice-presidente José Alencar os mesmos veículos que transportaram o corpo do ex-presidente Tancredo Neves. Os dois modelos da American LaFrance, fabricados em 1959, irão conduzir o político, entre 7h30 e 8h30, da Base Aérea da Pampulha até o Palácio da Liberdade, onde ele será velado nesta quinta-feira, 31, a partir das 9h. Os carros são usados atualmente para eventos solenes, como funerais de autoridades públicas e festas religiosas. Eles foram utilizados também no funeral de Aureliano Chaves, vice-presidente da República entre 1979 e 1985.

"É uma viatura usada para eventos tradicionais", explicou o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte Edgar Estevo da Silva. De acordo com os bombeiros, os veículos não são mais utilizados para ações operacionais e fazem parte do acervo histórico da corporação. Os caminhões só não serão utilizados no cortejo fúnebre do ex-vice-presidente se chover. Para a cerimônia em Belo Horizonte, a corporação vai trabalhar com quarenta homens, além de viaturas de resgate e médicos. No trajeto da Base Aérea da Pampulha ao centro de Belo Horizonte, o batalhão de trânsito pretende interditar as vias, por onde vai passar o cortejo, a partir das 6h30.

A Praça da Liberdade, localizada no coração de Belo Horizonte, também será interditada. O efetivo da Polícia Militar está espalhado por todo o trajeto. Na chegada ao Palácio da Liberdade, o corpo do ex-vice-presidente será recebido por soldados do regimento Dragões da Independência, que vão conduzir o corpo até o hall principal do Palácio da Liberdade. Como se trata de um funeral com honras de chefe de Estado, o caixão será carregado por oito homens, representantes do Exército, Aeronáutica, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

No hall principal, onde será velado, outros quatro representantes das instituições militares farão a segurança do local. Por volta das 13h, o corpo sairá do Palácio da Liberdade em um limusine funerária, escoltada por policiais, em direção ao Cemitério Parque Renascer, em Contagem (MG). A Polícia Militar, que contou com o apoio do cerimonial do Exército para organizar o velório, colocará todo o contingente de policiamento de Belo Horizonte nas ruas. O número do efetivo não foi divulgado.

Leia Também