Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ORÇAMENTO 2011

Corte vai afetar mais previdência, turismo e esporte

28 FEV 11 - 13h:57INFOMONEY

Os ministros da Fazenda Guido Mantega e da Casa Civil, Miriam Belchior apresentaram nesta segunda-feira (28) as diretrizes para o corte de R$ 53 bilhões do orçamento de 2011, conforme já era previsto desde o início de fevereiro, como forma de conter a pressão inflacionária.

Corte no seguro desemprego
Dentre os pontos mais polêmicos, encontra-se a redução de 10% no abono salarial e seguro desemprego, o que equivale R$ 3 bilhões. Entretanto a ministra garante que não haverá maior dificuldade dos trabalhores em obter o benefício, apenas haverá um foco maior no combate às fraudes.

Ainda segundo Miriam Belchior, as pastas que terão maior corte percentual serão turismo e esporte, além de R$ 36 bilhões que serão cortados de despesas discricionárias - aquelas em que o Governo possui poder de deliberação e não tem vinculo constitucional.

Compra de caças é adiada
Outro ponto de destaque da coletiva foi o anúncio do adiamento da compra de aviões caças, a qual vinha sendo negociada desde o governo passado e tinha a intenção de renovar a frota da FAB (Força Aérea Brasileira).

Ainda faltam detalhes
Apesar dos pontos mais críticos terem sido aparentemente citados, não houve divulgação do decreto da programação orçamentária e financeira, o qual será publicado apenas na próxima terça-feira (1) no Diário Oficial da União.

Só aí então haverá maior detalhamento acerca do corte, com dados oficial e exatos sobre as áreas atingidas e a magnitude do impacto em cada uma delas.

Mantega ainda crê em 5% de crescimento
Entretanto, o ministro da Fazenda mantém a posição de os impactos no crescimento serão reduzidos e mantém a projeção de expansão de 5% da economia neste ano.

Na ocasião, no íncio de fevereiro, o Mantega afirmara que este "não é o velho, tradicional ajuste fiscal que se fazia no passado, que derruba a economia, que leva pra recessão e derruba o emprego. Vamos garantir que o crescimento sustentável tenha continuidade. Para 2011, a meta de crescimento do PIB é de 5%. É um nível alto. Continuaremos perseguindo o crescimento", o que segundo ele está mantido.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dono de oficina morre em hospital após ser baleado em ataque
RIO BRILHANTE

Dono de oficina morre em hospital após ser baleado em ataque

BRASIL

Maia diz que prisões não afetam Previdência e minimiza crise com reforma de militares

Mulher e cunhado são presos acusados de pagar por morte de serralheiro
VIÚVA NEGRA

Mulher e cunhado são presos acusados de pagar por morte de serralheiro

SEM AULAS

Professores protestam contra Reforma da Previdência nesta sexta-feira

Ato está marcado para às 9h, na Praça do Rádio

Mais Lidas