sábado, 21 de julho de 2018

CORREIOS

Correios vai entregar IPVA em até 15 dias na Capital

1 DEZ 2010Por 19h:00

Os proprietários de veículos vão receber, num prazo de 15 dias, o carnê para pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente a 2011. Os 631 mil boletos foram postados hoje (1) pela Secretaria de Fazenda do Estado (Sefaz) e já começam a serem entregues pelos Correios. A empresa responsável pelas correspondências contratou mais 111 carteiros temporários para atender a demanda no final do ano, somando 861 profissionais.

O proprietário pode optar pelo pagamento a vista, com 10% de desconto, ou parcelado em até três vezes. No dia 31 de janeiro de 2011 vence o prazo para pagamento a vista e para quitação da primeira parcela. Em 28 de fevereiro vence a segunda e no dia 31 de março a terceira e última parcela.

De acordo com o superintendente houve um aumento de 56 mil de guias emitidas em relação a 2010. O valor arrecadado gira em torno de R$ 200 milhões. Os recursos são divididos em partes iguais para os cofres estaduais e aos municípios de origem do emplacamento do veículo.

O governo do Estado oferece benefício fiscal aos veículos zero quilômetro, com isenção do imposto no primeiro ano de uso e às motos com desconto de 50%. Os automóveis com data de fabricação superior a 15 anos, veículos oficiais e de propriedade de igrejas estão isentos do pagamento do imposto. Um total de 273 mil automóveis deixarão de pagar o tributo por terem mais de 15 anos e cerca de 57 mil por serem considerados imune, que se enquadram na categoria oficiais ou de igrejas.

O superintendente de Gestão da Informação, André Luiz Cance, orienta os proprietários que não receberem a guia pelo Correio a acessar a página da Secretaria de Fazenda na Internet (www.sefaz.ms.gov.br) para emissão do boleto. Correntistas do Banco do Brasil também podem efetuar o pagamento pela rede mundial de computadores.

No primeiro dia em que os dados foram disponibilizados para consulta na página virtual, 15 proprietários fizeram o pagamento on-line. André Cance acredita que as transações pela Internet tendem a crescer e desonerar o Estado do custo da emissão e envio de guias, que gira em torno de R$ 1 milhão.

Inadimplência

A Sefaz já notificou cerca de 200 mil proprietários de veículos em débito com o tributo nos últimos cinco anos. A inadimplência no pagamento do IPVA gira em torno de 5% a 8%, segundo o superintendente de Gestão da Informação. “Para quem tem dívida de 2005 pra cá já mandamos um aviso que vamos ajuizar”, alerta Cance. Depois de ajuizada a dívida passa a ser cobrada na justiça.

 






 

Leia Também