Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Correios serão operadores logísticos das Olimpíadas do Rio

Correios serão operadores logísticos das Olimpíadas do Rio
25/01/2014 07:22 - Agência Brasil


A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) foi anunciada ontem (24) como a operadora logística oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Desta forma, os Correios repetem a experiência bem sucedida da logística dos Jogos Pan-Americanos de 2007 do Rio de Janeiro, quando ficaram encarregados de todo o transporte e montagem da estrutura da competição. Foi a primeira vez no mundo em que uma empresa de correios fez uma atividade do tipo.

O presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, disse que a operação de logística dos Jogos vai envolver a movimentação de cerca de 30 de milhões de itens, desde equipamentos esportivos até as bagagens de todos atletas, passando por todo o mobiliário da Vila Olímpica. "A experiência dos Correios no transporte de todo tipo de material nos dá a confiança de que faremos esta megaoperação com absoluto sucesso", disse.

Para o presidente da empresa, Wagner Pinheiro de Oliveira, a escolha dos Correios como operadores logísticos oficiais das competição é o reconhecimento da "nossa qualidade e eficiência nesse segmento, de livre mercado, em que concorremos com inúmeras empresas, inclusive gigantes multinacionais. Há mais de 20 anos a estatal patrocina o esporte brasileiro. Hoje, os Correios são patrocinadores oficiais das modalidades olímpicas de esportes aquáticos, de tênis e de handebol. Por meio desses patrocínios, os Correios fomentam o crescimento do esporte brasileiro, apoiando o desenvolvimento dos atletas de ponta e mantendo escolinhas que atendem a milhares de crianças e adolescentes", explicou.

Os Correios também participam do Plano Brasil Medalhas — maior programa esportivo do mundo de patrocínio individual, lançado em 2012 pelo Ministério do Esporte, com objetivo de classificar o Brasil entre os dez primeiros colocados nos Jogos Olímpicos e entre os cinco primeiros dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Até 2016, a estatal irá investir cerca de R$ 11 milhões por ano na formação e preparação de atletas no Brasil Medalhas.

Atualmente, a estatal é responsável por megaoperações logísticas como a distribuição de urnas eletrônicas nas eleições, de livros didáticos para escolas de todo o país e a entrega e coleta das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!