ONÉSIMO FILHO

Corpo de jornalista é velado na Capela Campo Grande

Corpo de jornalista é velado na Capela Campo Grande
09/08/2012 08:34 - DA REDAÇÃO


O corpo do jornalista Onésimo Filho, de 71 anos, que faleceu ontem (08) em consequência de um infarte está sendo velado na Capela Campo Grande, rua Carlos Drummond de Andrade, 470. Ele será enterrado às 17h no Cemitério Santo Antônio.

Onésimo foi encontrado morto no quarto de um hotel por funcionários do local. Suas atividades dividiam-se entre Campo Grande e Cuiabá, no Mato Grosso.

Ele teve participação ativa na área de comunicação no então Mato Grosso uno e, posteriormente, em Mato Grosso do Sul. Ele foi, conforme informações do jornalista Pio Lopes, o primeiro repórter de externa da TV Morena. Sua atuação vem desde as décadas de 70.

Foi criador e apresentador do programa Módulo Seis juntamente com o jornalista Antônio Carlos Azambuja Dagher (também já falecido), na TV Morena.

A Copa Morena, da TV, e o Festão - Festival de Música Sertaneja -, de grande sucesso também foram algumas de suas criações.

Onésimo atuou em rádio e, em cinema, quando participou do filme Paralelos Trágicos.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".