Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Corpo de jogador de futebol morto em acidente de carro é sepultado em Goiás

Corpo de jogador de futebol morto em acidente de carro é sepultado em Goiás
27/08/2012 15:08 - g1


O corpo do jogador do Grêmio Anápolis, Ivanilson da Silva Lima, 18 anos, que morreu em um acidente de carro na manhã de domingo (26), na BR-060, próximo a Alexânia, leste de Goiás, foi sepultado às 11h30 desta segunda-feira (27) no cemitério Metropolitano em Valparaíso de Goiás, cidade onde mora.

Por telefone, o dirigente do Grêmio Anápolis, Raimundo Silva, informou ao G1 que houve muita comoção por parte de familiares e amigos: "Todos os jogadores estavam no enterro, mas não quiseram falar. A mãe dele e o irmão estavam muito emocionados e passando mal”, disse o dirigente.

Segundo a Polícia Rodoviária do Distrito Federal (PRF-DF), o carro modelo Voyage - onde a vítima estava - era conduzido pelo também jogador do time Wallace Marques de Souza, de 20 anos. Um passageiro do outro automóvel envolvido, um Fiat Adventure, morreu a caminho do hospital.

De acordo com a PRF, Ivanilson e Wallace teriam cruzado o canteiro central, atingindo o Fiat ocupado por cinco pessoas. Ivanilson morreu na hora. Os demais ocupantes do veículo tiveram ferimentos e foram socorridos com vida. Wallace foi atendido em Alexânia e liberado.

Raimundo Silva informou que após o jogo que levou o time para a 1ª divisão do Campeonato Goiano, no sábado (25), o grupo jantou e se dirigiu para a república, onde fica concentrado por volta das 22h. Ivanilson estava emprestado do time do Morrinhos desde julho deste ano.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!