Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

7 DE SETEMBRO

Corpo de Bombeiros orienta banhistas

Corpo de Bombeiros orienta banhistas
07/09/2012 00:00 - notícias ms


Segundo o boletim meteorológico do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe) Mato Grosso do Sul terá um feriado de altas temperaturas e baixa umidade, o que é um convite a um descanso na beira dos rios.

Para prevenir afogamentos e mortes neste feriado, o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul faz um alerta aos banhistas. “Em períodos quentes como este, as pessoas tendem a procurar rios e lagos para se refrescar, mas é preciso uma série de cuidados como nunca entrar em lugares desconhecidos, usar colete salva-vidas e só entrar em embarcações que tenham profissionais habilitados”, explicou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz.

Além dos cuidados citados pelo coronel, há uma série de outras medidas para evitar afogamentos, como: não ultrapassar faixas e placas de avisos; não entrar em locais onde há avisos de perigo de morte ou em águas poluídas; procurar sempre local onde existe a presença de guarda-vidas ou corpo de bombeiros; evitar nadar sozinho; não tomar bebida alcoólica antes de entrar na água; não se afastar da margem; não saltar em locais elevados para dentro da água; não tentar salvar pessoas em afogamento sem estar habilitado, são preferíveis lanças flutuadoras ao invés da ação corpo a corpo; identificar nas proximidades a existência do salva-vidas e permanecer próximo a ele; evitar brincadeiras de mau gosto como caldos, trotes e saltos; não deixar crianças sozinhas; evitar navegar com carga em excesso; e por último, sempre acatar as orientações dos bombeiros ou dos salva-vidas.

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.