Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

SÉRIE B

Coritiba e Paraná empatam sem gols em clássico

23 OUT 2010Por 18h:59

Em um confronto que reuniu o Coritiba, atual líder da Série B do Campeonato Brasileiro, e o Paraná, dono de três vitórias seguidas, a torcida surpreendentemente saiu do estádio Couto Pereira frustrada. No empate da tarde deste sábado por 0 a 0, faltou criatividade e, principalmente, ousadia aos dois grandes paranaenses.

No fim das contas, o resultado é pior ao Tricolor. Apenas na região intermediária da classificação da competição, o Paraná Clube chega a 43 pontos e continua longe do G-4 classificatório para a Série A. Pelo menos, soma cinco rodadas sem perder.

O Coritiba, por sua vez, está em contagem regressiva para comemorar o retorno à elite. O time do técnico Ney Franco tem 60 pontos e permanece na primeira colocação.

Na próxima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube entra em campo na sexta-feira à noite diante do Bahia, no Durival de Brito. No dia seguinte, o Coritiba mede forças com o São Caetano, no ABC paulista.

O Jogo - Superior na classificação e com a vantagem em casa, o Coritiba iniciou o clássico em ritmo acelerado. O panorama dos minutos iniciais deixava o técnico do Paraná Clube preocupado: Roberto Cavalo pedia para seu time sair de trás. Aos cinco minutos, o zagueiro Jéci quase marcou para o Coxa em arremate de longe.

Contudo, o domínio do líder da Série B durou pouco. Logo o Paraná acertou a marcação e começou a jogar no erro do adversário. Aliás, os visitantes também criaram uma chance. A falta cobrada por Henrique, aos 22 minutos, raspou o travessão.

A partir daí, a partida caiu de qualidade assustadoramente. Até o intervalo, o maior destaque foi a saída do zagueiro Pereira do Coritiba. Ele sentiu uma lesão e acabou substituído por Lucas Mendes.

Para o segundo tempo, o Coritiba repetiu a tática de usar jogadas velozes nos minutos iniciais. Aos 15 minutos, o Paraná Clube escapou do gol em função de uma defesa espetacular de Juninho na finalização de Enrico.

Com o objetivo de ativar o contra-ataque dos visitantes, o técnico Roberto Cavalo apostou nas entradas de Somália e Kelvin. O Coritiba respondeu com experiência e promoveu a entrada de Tcheco no meio-campo.

As alterações não surtiram grande efeito. No fim, o Paraná amargou a expulsão do atacante Rodrigo Pimpão. Ainda assim, não foi o suficiente para modificar a igualdade sem gols no Couto Pereira.
 

 

Gazeta Press

Leia Também