sexta, 20 de julho de 2018

FUTEBOL

Corinthians pode ficar sem trio goleador

25 NOV 2010Por ESTADÃO07h:39

Dizem que tudo na vida do corintiano é mais sofrido. E mais uma vez a equipe precisa de superação. Restando duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, sobram problemas e desafios para o Alvinegro dar a volta por cima. Precisa ganhar seus dois jogos, torcer por um tropeço do líder Fluminense e, não bastasse isso, superar os desfalques. Além de Ronaldo e Elias, o time pode também não ter Bruno César diante do Vasco, no domingo. Ficaria, portanto, sem seu trio de artilheiros da temporada. 

Ronaldo (fez 12 gols no ano) está machucado, Elias (13), suspenso, e Bruno César (14, sendo 13 no Nacional) deixou o treino de ontem mancando, com trauma no joelho esquerdo após dividida com o volante Jucilei.

Falar da falta que Ronaldo faz é fácil. Basta ver que a equipe caiu de rendimento diante do Vitória após sua lesão. A ausência do Fenômeno, aliada à falta de Elias e de Bruno César, significa ao Alvinegro perder muito de seu poder ofensivo justamente no momento que mais necessita de vitórias e, portanto, gols. Eles são responsáveis por 33,6% dos gols do time no ano, pouco mais de um terço.

No Brasileiro, a importância do trio é ainda maior, mesmo com Ronaldo atuando apenas dez vezes. Dos 64 pontos somados pelo vice-líder do Nacional - mostrou regularidade em toda a competição, figurando sempre entre as três primeiras colocações da tabela -, 44 vieram com pelo menos um dos três balançando as redes adversárias.

Detalhe: só uma vez o time ganhou com gols de ao menos dois deles: nos 4 a 0 diante do Avaí, com um de Bruno César, um de Elias e dois do Fenômeno.

"Eu estava com bola, o Jucilei me deu o tranco e senti um pequeno estalo no joelho. Está um pouco dolorido, mas acho que foi só a pancada. Espero que não seja nada demais", disse o jogador, visivelmente abatido com a contusão - o meia chegou mancando bastante para a entrevista.

Bruno César cumpriu suspensão diante do Vitória e estava confiante em ter um bom retorno contra o Vasco, no Pacaembu. Agora, se esforça para mostrar que ainda crê em recuperação a tempo para domingo. "Está bastante dolorido", repetiu várias vezes. "A gente está um pouco preocupado, ainda mais por ser joelho, mas vou tratar à tarde (de ontem) e tentar voltar aos treinos até sexta-feira."

Artilheiro do time na competição, Bruno pediu à torcida, mesmo que não o veja em campo na próxima rodada, para seguir confiante no título. "Se nós, jogadores, que deveríamos estar abatidos após a perda da liderança, seguimos confiantes, eles também têm de estar."

Leia Também