quinta, 19 de julho de 2018

incremento

Cooperativa vai pagar 2% a mais pela arroba

6 NOV 2010Por ADRIANA MOLINA03h:10

A cooperativa pecuária de Campo Grande prevê remuneração diferencial na arroba do boi para os produtores cooperados. A estimativa é de incremento de, pelo menos 2% em relação ao preço praticado pelas unidades frigoríficas. Porém, este não é o maior atrativo para os que têm se interessado em participar do empreendimento.

Embora os valores pagos ao produtor sejam uma questão historicamente conflituosa, os que buscam a filiação querem, na verdade, fugir de problemas com recebimento e da manipulação da indústria frigorífica no Estado.

Criador há 20 anos, Paulo Sérgio da Silveira é um deles. "Não quero passar por problemas como o que está ocorrendo com os credores do Independência, que estão sem receber, nem ficar sem opção de venda porque todos os frigoríficos estão na mão de um ou dois grupos", explica.

O investimento estimado em R$ 40 mil – para fazer parte da cooperativa –, é considerado pelo pecuarista um bom negócio. Segundo ele, além de resolver essas duas questões, será também uma forma direta de o pecuarista influenciar no mercado, por conta da redução de oferta.(AM)

Leia Também