Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Contribuinte revoltado atira avião contra prédio nos EUA

19 FEV 10 - 08h:58
O piloto de um pequeno avião que bateu contra um prédio pode ter deliberadamente atingido os escritórios da receita americana (IRS, pela sigla em inglês), após uma disputa fiscal. O piloto, Joseph Stack, postou na internet um manifesto contra o governo, dando a entender que ele foi responsável pelo acidente, que levou dois homens ao hospital com queimaduras. Um gerente do IRS, que aluga parte do prédio, estava desaparecido após o incidente, segundo um de seus colegas, Richard Lee. O jornal The Austin American- Statesman disse ter localizado um manifesto escrito por Stack, no qual ele faz duras críticas à igreja católica, ao ex-presidente George W. Bush e aos setores empresarial e financeiro dos Estados Unidos. “Eu vi escrito uma vez que a definição de insanidade é repetir o mesmo processo várias vezes e esperar que o resultado seja, de repente, diferente”, diz a mensagem. “Eu finalmente estou pronto para interromper esta insanidade. Bem, senhor grande irmão do IRS, vamos tentar algo diferente, fique com um pouco da minha carne e durma bem.” A mensagem, assinada por “Joe Stack (1956-2010)”, tinha a data de “18/02/2010”. A família de Stack não fez comentários sobre o caso, segundo policiais. A casa do piloto, localizada a alguns quilômetros do local do acidente, foi destruída por um incêndio. Os vizinhos ouviram o barulho de uma explosão na casa pouco antes das 9h (horário local) e a casa foi rapidamente envolvida pelas chamas. O choque do avião com o prédio provocou uma coluna de fumaça negra que resultou no fechamento de autoestradas a cerca de 16 quilômetros da Assembleia estadual. O avião de Stack, um monomotor Piper Cherokees, decolou de Georgetown, ao norte de Austin, às 9h40min (horário local), segundo a Administração Federal de Aviação. O Comando de Defesa Aeroespacial norte-americano enviou dois jatos F-16 para patrulhar o espaço aéreo após o acidente. O porta-voz Jamie Graybeal disse que a medida é “uma precaução prudente e de acordo com nossa resposta a incidentes aéreos similares”. A Casa Branca disse que o presidente Barack Obama foi informado sobre o acidente e que ele não parece ter sido um ato de terrorismo. Testemunhas disseram que viram o avião se aproximando do prédio de escritórios Echelon I, localizado nas proximidades de uma avenida que corta a cidade de leste a oeste, numa área cheia de lojas de produtos luxuosos. “Todo o prédio tremeu. Eu senti como se um carro tivesse atingido o prédio”, disse Camille Ziegelhofer, que trabalha numa empresa de software num prédio contíguo. Alan Fletcher, que trabalha no edifício Online Trading Academy, que fica nas proximidades, foi ao Echelon I logo após o acidente para prestar socorro. Ele disse que as pessoas dentro do prédio estavam chorando e muitas haviam sofrido cortes.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte
ACIDENTE AÉREO

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte

EM RAZÃO DOS PROTESTOS

Voos que sairiam do Brasil para Santiago estão sendo cancelados

Consumidor pode cancelar pacotes sem ônus ou multas
DEMITIDO DO GOVERNO

Marcos Cintra é chamado para reestruturar o PSL

Cintra foi demitido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes
Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via
TEMPORAL

Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião