Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Contratado sem licitação em 2013, órgão da ONU pode atuar na Copa

2 JAN 14 - 05h:00terra

Contratado pelo governo do Distrito Federal para fornecer estruturas temporárias da Copa das Confederações por um preço muito maior do que as outras sedes gastaram, o Pnud se credencia para atuar na Copa do Mundo de 2014. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o órgão da ONU abriu editais de licitação para adquirir equipamentos exigidos pela Fifa, como geradores, aparelhos de ar condicionado e tendas. Munido desses materiais, o Pnud poderá ser contratado por sedes da Copa. Brasília é uma das sedes que estuda contratar o Pnud para o fornecimento dessas estruturas temporárias na Copa de 2014. Representantes de São Paulo e de Curitiba também conversaram com o órgão da ONU para contratar seus serviços.

Na Copa das Confederações, o governo do Distrito Federal contratou o Pnud sem licitação por R$ 49,4 milhões. O valor, pago pela aquisição dessa estruturas, foi muito maior do que as outras cinco sedes do torneio desembolsaram com os mesmos materiais. Em nota de esclarecimento, a Coordenação de a Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) afirmou que "a assinatura de um convênio com o PNUD reduziu os custos, uma vez que se o Governo do Distrito Federal tivesse que licitar todos esses serviços, com empresa de expertise e know how semelhantes às do PNUD, o valor dos contratos seria mais alto".

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ANOS 90

Com torneio como opção por vagas no Mundial, CBF é contra volta da Supercopa

Torneio reunia os campeões da Copa Libertadores
ESTADOS E MUNICÍPIOS

Bolsonaro sanciona lei que divide recursos do megaleilão do petróleo

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura
GOVERNO PRESENTE

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura

Presidente do Ibama diz que derramamento de óleo é situação inédita
PRAIAS DO NORDESTE

Presidente do Ibama diz que derramamento de óleo é situação inédita

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião