Quarta, 13 de Dezembro de 2017

Contratado sem licitação em 2013, órgão da ONU pode atuar na Copa

2 JAN 2014Por terra05h:00

Contratado pelo governo do Distrito Federal para fornecer estruturas temporárias da Copa das Confederações por um preço muito maior do que as outras sedes gastaram, o Pnud se credencia para atuar na Copa do Mundo de 2014. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o órgão da ONU abriu editais de licitação para adquirir equipamentos exigidos pela Fifa, como geradores, aparelhos de ar condicionado e tendas. Munido desses materiais, o Pnud poderá ser contratado por sedes da Copa. Brasília é uma das sedes que estuda contratar o Pnud para o fornecimento dessas estruturas temporárias na Copa de 2014. Representantes de São Paulo e de Curitiba também conversaram com o órgão da ONU para contratar seus serviços.

Na Copa das Confederações, o governo do Distrito Federal contratou o Pnud sem licitação por R$ 49,4 milhões. O valor, pago pela aquisição dessa estruturas, foi muito maior do que as outras cinco sedes do torneio desembolsaram com os mesmos materiais. Em nota de esclarecimento, a Coordenação de a Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) afirmou que "a assinatura de um convênio com o PNUD reduziu os custos, uma vez que se o Governo do Distrito Federal tivesse que licitar todos esses serviços, com empresa de expertise e know how semelhantes às do PNUD, o valor dos contratos seria mais alto".

Leia Também