sexta, 20 de julho de 2018

PENHORA

Contratação de micropenhor, com limite de R$ 100 mil, cresce 40%

3 NOV 2010Por Carlos Henrique Braga16h:29

A Caixa fez 7 milhões de contratos de penhor, até outubro, dos quais 40% (2,8 milhões) são micropenhores. Em relação ao ano passado, o crescimento dos contratos desse segmento cresceram 40% porque o limite da operação subiu de R$ 1 mil para 1,5 mil. A taxa de juro é de 1,95% ao mês.

O banco opera contratos de penhor há quase 150 anos. Correntistas ou não podem buscar pequenos empréstimos na Caixa pelo modelo. “Muitas vezes, a pessoa precisa de um recurso para realizar um negócio urgente e tem no penhor uma alternativa rápida, simples e com juros baixos. Não é necessária a apresentação de avalista e o dinheiro é liberado na hora”, recomenda o superintendente do banco, Humberto Magalhães.

Como fazer

Para contratar uma operação de Penhor é preciso apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência, além dos bens que servirão de garantia, que podem ser joias e outros objetos de valia, como metais nobres, diamantes e relógios ou canetas de alto valor.  O limite mínimo é de R$ 50,00 e o máximo de R$ 100 mil por cliente.
 
As agências da CAIXA estão habilitadas para operar com Penhor e podem ser consultadas no site da CAIXA (http://www1.caixa.gov.br/atendimento/index.asp).

Os prazos de contratação variam de um a 180 dias, renováveis em qualquer uma das 2.100 agências do banco.
 
 

Leia Também