Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Consumo de cocaína no Brasil mais do que dobra em 6 anos

Consumo de cocaína no Brasil mais do que dobra em 6 anos
05/03/2014 12:45 - Terra


O consumo de cocaína no Brasil mais do que dobrou nos últimos dez anos segundo relatório do Conselho Internacional de Controle de Narcóticos, entidade ligada à Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo o documento, 0,7% da população entre 12 e 65 anos consumiam o entorpecente em 2005. Já em 2011, esse número atingiu 1,75% da população.

A média mundial para o consumo de cocaína é de 0,4%, bem abaixo do número apresentado no Brasil. Na América do Sul, a média é de 1,4%.

O relatório também apontou uma apreensão recorde de ecstasy. Foram cerca de 70 quilos em 2012, contra uma média de 1 quilo por ano na última década. Outro tipo de droga sintética, a anfetamina, foi encontrada em grande quantidade no Brasil. Ao todo, foram apreendidas 10 mil unidades em 2012.

Maconha
O relatório aponta para o possível aumento do plantio de maconha na América do Sul. Países como Colômbia e Paraguai relataram aumento de mais de 100% na apreensão da droga se comparado os períodos entre 2002 e 2006 com 2007.

No Brasil, no entanto, a apreensão de maconha diminuiu significativamente, passando de 174 mil toneladas em 2011 para 11,2 toneladas em 2012. Segundo o documento, ações do governo brasileiro para fechar plantios da erva deram resultado.

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.