Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Consumidor só quer saber se prestação cabe no bolso

15 AGO 10 - 06h:51
(AE)

O consumidor compra hoje TV olhando para tamanho da tela e da prestação. A afirmação é de Caio Ortiz, vice-presidente de marketing da Semp Toshiba, uma das grandes fabricantes de televisores instaladas na Zona Franca de Manaus (AM). Segundo ele, essa constatação é mais relevante atualmente porque o crédito continua abundante e barato.
Isso significa que, na prática, o aperto da política monetária, com a elevação da taxa básica de juros, não conta para a grande massa de consumidores na hora de ir às compras. Esse comportamento do consumidor, especialmente o de baixa renda, reforça as perspectivas favoráveis para as vendas no próximo Natal.
Ortiz projeta crescimento de 10% nas vendas de TV para este ano na comparação com 2009. “Esse crescimento é significativo porque 2009 já foi um bom ano”, diz o executivo. Eduardo Junqueira, gerente de marketing de áudio e vídeo da Philips, projeta crescimento de 12% para as vendas de TVs em 2010.
No ano passado, a indústria vendeu 9,6 milhões de TVs entre aparelhos de tubo e com tela de cristal líquido (LCD, na sigla em inglês). Para este ano, a estimativa inicial era atingir 11 milhões de aparelhos. Mas, com a desclassificação prematura do Brasil da Copa do Mundo, o mercado revisou expectativas para baixo e agora prevê um volume em torno de 10,5 milhões de unidades.
Só no primeiro semestre, foram comercializados 6,5 milhões de aparelhos, um volume superior ao vendido anualmente em 1998 e 2003. Portanto, se a projeção para este ano se confirmar, as vendas do segundo semestre seriam de cerca de 4 milhões de unidades.
“Nós estamos muito confiantes com o desempenho do Natal”, afirma Junqueira, que iniciou em abril a produção em Manaus (AM) de monitores de LCD, com a contratação de 350 trabalhadores para essa linha. A expectativa é abrir mais 150 vagas até o fim do ano. A empresa encomendou para o Natal um volume de componentes entre 60% e 70% maior em relação ao que foi importado em 2009.
A Philips é a primeira indústria que está montando localmente, com componentes importados da Ásia, as TVs fininhas. As demais empresas importam o monitor de LCD pronto.
Após a ressaca nas vendas provocada pela antecipação de compras por causa da Copa, o executivo acredita que as vendas das TVs de LCD voltarão a repetir as taxas de crescimento do primeiro semestre, de 60%. O motivo, explica, é o apelo da nova tecnologia.
A Philips, por exemplo, vai lançar para este Natal a TV com imagem de terceira dimensão e aparelhos com acesso a internet.

Manaus
A Zona Franca de Manaus (AM), onde está concentrada a produção de TVs, encerrou o primeiro semestre deste ano com faturamento recorde de US$ 15,955 bilhões para o período. O acréscimo foi de 40,89% em relação ao primeiro semestre de 2009 e 5,69% maior que o mesmo período de 2008, quando a crise financeira não tinha atingido o País, segundo dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).
No ano passado inteiro, as vendas desse polo industrial que incluem, além das TVs, motocicletas, aparelhos de áudio e vídeo, telefones celulares e relógios, somaram US$ 30 bilhões. Segundo Flávio Dutra, diretor executivo da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, as vendas deste ano poderão chegar a US$ 33 bilhões.
“Baseado nas estatísticas de produção e faturamento do primeiro semestre deste ano, a perspectiva é que no Natal e na virada do ano estaremos comemorando novos recordes, superando os resultados de 2008, quando o faturamento atingiu US$ 30,1 bilhões”, diz Oldemar Ianck, superintendente adjunto de projetos da Suframa.
As mais de 600 indústrias do polo de Manaus encerraram o primeiro semestre deste ano com 101.157 trabalhadores, entre temporários e efetivos. Para dar conta da produção de fim de ano, Dutra diz serão abertas cerca de 6 mil vagas temporárias entre setembro e novembro. (MC)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dia do Pantanal pode entrar no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul
BIOMA IMPORTANTE

Dia do Pantanal pode entrar no calendário de eventos de MS

Protagonista de aditivo milionário, wi-fi é a próxima etapa do Reviva
RUA 14 de JULHO

Protagonista de aditivo milionário, instalação do wi-fi é a próxima etapa do Reviva

MP de Bolsonaro acaba com necessidade de registro profissional
DELEGACIA DO TRABALHO

MP de Bolsonaro acaba com necessidade de registro profissional

Morador de rua é encontrado morto com sinais de violência sexual
CAMPO GRANDE

Morador de rua é encontrado morto com sinais de violência sexual

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião