Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

AMBEV

Consumidor já paga mais caro por bebidas

8 MAI 2011Por infomoney00h:02

A partir deste mês, o consumidor deve pagar mais caro por bebidas da Ambev. De acordo com a empresa, em abril, o preço de seus produtos foram reajustados entre 1,5% e 2,5%.

O acréscimo seria reflexo da correção dos impostos federais incidentes sobre bebidas frias, como cerveja, água e refrigerantes, que teve aumento médio de 15%.

Na época, o governo explicou que a correção dos impostos segue o novo modelo de tributação para o setor, que, mesmo aprovado no fim de 2008, ainda não havia sido implementado, por conta da crise.

Refrigerantes
No Brasil, de acordo com uma pesquisa realizada pela GfK, o preço médio do litro do refrigerante teve um aumento de 5,2% em dois anos, passando de R$ 2,22 entre novembro de 2008 e novembro de 2009, para R$ 2,34% entre novembro de 2009 e novembro de 2010.

Segundo o levantamento, as regiões Sudeste, com 6,2% de alta, e Norte, com 4,5%, foram as principais responsáveis pelo aumento no período. Já a região Nordeste apresentou o menor aumento de preços, de 0,9%.
 

Leia Também