Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Alerta

Consumidor encontra material estranho em caixa de leite de soja

3 SET 2012Por VÂNYA SANTOS13h:30

Há anos a família de Eliel dos Santos Morais, morador do Bairro Vila Gomes, em Campo Grande, deixou de consumir lactose e trocou o consumo do leite natural pelo leite de soja. Desde então, optou pela marca de leite Soy Teen porque tem um sabor levemente adocicado e ameniza o gosto da soja in natura.

Segundo Eliel, a compra do produto sempre ocorreu no mesmo supermercado da Capital, no entanto, a última remessa de leite adquirida trouxe surpresas para a família.

“A última compra foi de oito caixas e logo na primeira que abri senti alguma coisa diferente no sabor. Na penúltima caixa o sabor e o odor já estavam mais acentuados. A minha esposa abriu a última caixa na quinta-feira e tomou boa parte. Na noite da sexta-feira ainda havia um pouco na caixa. Eu estava comendo uma fatia de bolo, servi o produto e tomei. Senti que algumas partículas sólidas, que não eram do bolo, desceram na minha garganta. Olhei para o copo e vi que havia uma porção de partículas escuras. Cheirei a caixa do produto e o odor era insuportável. Despejei o restinho do produto na pia, bati na lateral da caixa e senti que algo se soltou. Minha esposa cortou a embalagem e, ao ver o conteúdo e sentir o odor teve ânsia de vômito porque consumiu o produto daquela caixa por dois dias”, contou o consumidor.

A mulher ligou para o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da empresa Laticínios Latco, que fica no Paraná, e falou com o responsável pela região de Mato Grosso do Sul. O representante se comprometeu de visitar a família no último sábado (1), no entanto, não apareceu. “Não sabemos o que esse consumo poderá provocar à nossa saúde a curto, médio ou longo prazo. Ingerimos algo que não sabemos o que é, mas que certamente não deveria estar ali”, reclamou Eliel.

Já o departamento administrativo da Laticínios Latco informou que amostras do lote do produto que apresentou problema já foram enviadas para análise laboratorial e o mesmo será feito com o produto adquirido por Eliel, se o cliente assim permitir. O levantamento, segundo a empresa, será feito para constatar se ocorreu alguma falha na fabricação do lote ou se alguma ação externa provocou o fato.

O resultado da análise servirá para identificar as causas do ocorrido e também para nortear a conduta adotada pela empresa Latco,que ressaltou querer solucionar tanto o problema do consumidor, quanto do produto, se este for o caso.  

Mulher consumiu o produto durante dois dias
Fotos: Eliel dos Santos Morais

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também