Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

CONSUMISMO

Consumidor deve estar atento às armadilhas de consumo neste Natal

1 NOV 2010Por Infomoney10h:03

O consumidor deve ficar atento para não cair em uma das armadilhas do consumo neste Natal. O alerta é da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

De acordo com a entidade, pode se entender como armadilhas, o aumento dos prazos de financiamento e a alta carga tributária do País, que pode levar o consumidor a comprometer as finanças; embora o cenário econômico esteja positivo, com aumento real dos salários, do crédito e dos empregos com carteira assinada.

“O consumidor normalmente não pensa nos juros embutidos e nem no valor total do bem, mas sim se a parcela cabe no seu bolso. Com isto, sempre está pagando muito acima do preço que seria praticado se a venda fosse à vista”, explica o vice-presidente da Associação, Roberto Vertamatti.

De olho no futuro
Para não cair nas armadilhas do consumo e evitar o acúmulo de dívidas que, segundo a Anefac, com base em dados do Banco Central, estão em torno de 33% da renda familiar, Vertamatti aconselha ao consumidor que pague tudo à vista, visto que, no início do ano, as despesas familiares são altas, por conta de impostos e outros gastos típicos da época.

“O ideal para o consumidor seria comprar à vista (…) O consumidor não pode deixar de considerar que no início do ano sempre ocorrem gastos muito altos: material escolar, IPTU, IPVA. Portanto se quiser consumir, faça com bastante critério, sempre mantendo uma poupança para eventuais dificuldades. O ideal seria poupar e, depois, consumir”, finaliza.

Leia Também