Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

INTEGRAÇÃO

Cônsul dos EUA reúne-se com governador

16 ABR 2011Por DA REDAÇÃO00h:02

O governador André Puccinelli recebeu hoje (15) em seu gabinete o cônsul geral dos Estados Unidos Thomas Kelly, acompanhado da vice-cônsul dos EUA, Katheryn Harper. Pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, o cônsul cumpre agenda no Estado desde quarta-feira (13). Fez visitas ao Museu Dom Bosco, onde conheceu um pouco da cultura do povo sul-mato-grossense, e debateu com autoridades de diversos segmentos assuntos como exportações, imigração e cultura.

Durante o encontro, o governador apresentou ao diplomata americano os projetos estratégicos do governo, com destaque para as obras de modernização logística que incluem estradas, portos, ferrovias e aeroportos. Destacou as potencialidades regionais, investimentos na geração de energia elétrica, além de incentivos fiscais e os quatro pilares da economia local: os setores da carne, grãos, sucroenergético e florestas plantadas. Puccinelli mostrou ainda dados do crescimento do PIB Estadual e a evolução da Indústria.

O cônsul geral se mostrou impressionado com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. “Não tenho dúvida de que esse é um Estado importante, onde a importância cresce dia a dia”.

Recentemente transferido ao Consulado de São Paulo – que representa os Estados Unidos nos cinco Estados do sul do Brasil – Thomas Kelly acredita que a região desperta interesse nos investidores de seu País. “Eu sei que existe grande possibilidade de empresários americanos investirem aqui porque Mato Grosso do Sul é um dos Estados mais dinâmicos do Brasil e o Brasil, um dos países mais dinâmicos do mundo”, avalia.

Com essa aproximação do governo do Estado, Thomas Kelly vislumbra um relacionamento mais próximo no futuro. “Espero trabalhar em parceria com o governador e a Federação Industrial para aumentar os intercâmbios entre os Estados Unidos e o Mato Grosso do Sul, buscando mais investimentos das companhias americanas e também parcerias entre universidades americanas e instituições de ensino superior do Estado”, disse.

Para o cônsul dos Estados Unidos, as potencialidades de MS são inúmeras. “Não somente no setor agrícola e industrial. Mato Grosso do Sul tem uma riqueza incrível e por isso eu não tenho dúvidas de que mais investimentos virão. Aqui é possível produzir todos os produtos que o mundo precisa: soja, açúcar, energia, celulose". 

O cônsul destacou que para vincular o Mato Grosso do Sul à economia global é importante que os governos invistam em infraestrutura. “O governador me explicou que as prioridades de seu governo estão em desenvolver o mais rápido possível a infraestrutura do Estado. É muito importante que o governo do Brasil e os estaduais estejam trabalhando muito para melhorar esse setor”, enfatizou.

Leia Também