Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Construção do prédio foi autorizada em 1957

28 MAR 10 - 01h:03
A história do Albergue Noturno da Avenida Afonso Pena remonta ao final dos anos 40. Em 1947, Amélio de Carvalho Baís e Alexandre Kalil Saad doaram à prefeitura os lotes nº 6 e 7 da quadra A, da planta aprovada em 14 de novembro de 1946, no Bairro Amambaí. Dez anos depois, em 1957, por meio da Lei 512, de 15 de março, o prefeito Marcílio de Oliveira Lima autorizou a construção de um prédio no local, destinado a abrigar o Albergue Noturno, a ser administrado e mantido exclusivamente pela Associação das Abnegadas de Mato Grosso. Esta entidade foi declarada de utilidade pública pela Lei nº 494, de 14 de novembro de 1956. Dois anos depois, por meio da Lei nº 567, de 19 de julho de 1958, Marcílio de Oliveira Lima retificou a localização do imóvel, que passou a constar como Lote nº 188, Quadra 14, da Avenida Marechal Deodoro, no bairro Amambaí. Com o passar do tempo a entidade mantenedora foi se esvaziando e com a construção de um albergue na mesma quadra, o antigo perdeu sua função. Hoje só uma família mora no local.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Chefe da quadrilha do chapéu era fugitivo da Máxima
CONDENADO A 51 ANOS

Chefe da quadrilha do chapéu era fugitivo da Máxima

Donos de cortume são <br> condenados por poluir córrego
DENÚNCIA

Donos de cortume são
condenados por poluir córrego

Estado deve perder 8% da área de algodão para o milho safrinha e soja
Menos 3 mil hectares

Estado deve perder 8% da área de algodão para o milho e soja

Chuva traz alívio e produtores retomam plantio da soja
LAVOURAS

Chuva traz alívio e produtores retomam plantio da soja

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião