Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Construção bate recorde em criação de emprego

Construção bate recorde em criação de emprego
05/08/2010 07:32 -


São Paulo

A construção civil brasileira contratou 268,4 mil trabalhadores no primeiro semestre deste ano, o que representa o acréscimo de 10,93%. Com esse resultado, o número de empregados formais atingiu 2,725 milhões, novo recorde na série histórica, segundo pesquisa feita pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) com a FGV (Fundação Getúlio Vargas).
Apesar desse desempenho, o ritmo de crescimento do nível de emprego desacelerou em junho, quando foram contratados 30,1 mil trabalhadores com carteira assinada, o que representou o aumento de 1,12% em relação a maio. Nos três meses anteriores, o saldo líquido mensal médio foi de 45,5 mil vagas.
Segundo o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, a desaceleração do emprego está ligada à proximidade das eleições, já que “diversas obras públicas estaduais foram concluídas e inauguradas nos últimos meses, sem o início de novas”. Além disso, ele destaca que “houve uma ligeira desaceleração no ritmo de crescimento da construção imobiliária”.
A desaceleração mensal no emprego foi mais sentida nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Ainda assim, em São Paulo, o setor empregava 735 mil empregados formais ao final de junho, patamar também recorde.

Felpuda


Nos bastidores poderosos, comentários são de que dois pretensos pré-candidatos estão deixando em polvorosa quem tinha quase certeza de que tudo estava em total “céu de brigadeiro”. Assim, enquanto ambos se movimentam aqui e acolá, o lado de lá está pensando no que fazer para evitar futuro confronto. Vale ressaltar que a dupla tem experiência que só no campo de guerra das eleições – e o desempenho não ficou a desejar.