Segunda, 11 de Dezembro de 2017

OAB

Conselho Federal irá investigar relação de presidente com Bernal

16 JAN 2014Por da redação00h:00

A pedido dos integrantes da atual direção da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Mato Grosso do Sul (OAB-MS), o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil irá enviar a Campo Grande dois diretores para investigar “in loco” a denúncia contra o presidente da OAB, Júlio Cesar Souza Rodrigues, devido ao relacionamento contratual milionário com a Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). A informação está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

De acordo com o secretário-geral adjunto da OAB-MS, Jully Heyder, na próxima terça-feira (21), virão a Campo Grande o secretário adjunto do Conselho Federal da OAB nacional, Cláudio Stábile, e o diretor-tesoureiro, Antônio Oneildo. “Foi um pedido nosso, no ano passado protocolamos no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil um pedido de intervenção do presidente e sugerimos que viessem aqui para sentir a instabilidade que isso ocasionou”, disse Jully Heyder.

“Eles virão aqui para fazer a verificação direta de como está a situação”, afirmou. Ainda de acordo com o secretário-geral, a medida teve início devido a mobilização de quatro ex-presidentes da OAB-MS, grande parte da diretoria da entidade e quase 200 advogados, que pediram no mês de dezembro à direção nacional da OAB a intervenção na presidência regional, para que seja afastado Júlio Cesar Souza Rodrigues. A matéria é de Roberta Cáceres.

Leia Também