Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

NARCÓTICOS ANÔNIMOS

Conselho de Segurança leva projeto ao Bandeira

9 ABR 2011Por DA REDAÇÃO00h:03

Com dez grupos em funcionamento na Capital, o Narcóticos Anônimos (NA), instituição sem fins lucrativos que visa recuperação de dependentes usuários de drogas, promove, em parceria com o Conselho Comunitário de Segurança (CCS) da região urbana do Bandeira, com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Coordenadoria Estadual de Polícia Comunitária, na próxima semana, dia 15, o painel da “Irmandade NA” abrangendo a população dos bairros Rita Vieira, Universitário, Carlota, Dr. Albuquerque, Jardim Paulista, TV Morena, Tiradentes.

A reunião, baseada na filosofia da Polícia Comunitária, está marcada para as 19 horas, no salão da Paróquia Santa Rita de Cássia, localizada na rua João Maiolino, 306, bairro Universitário e será aberta a toda a comunidade. O objetivo do encontro é apresentar aos moradores a dinâmica de trabalho de um grupo dos Narcóticos Anônimos (NA).No início do mês de março, os NA realizaram a mesma ação  na região das Moreninhas (foto). Após o sucesso do encontro, com grande aceitação por parte daquela comunidade, a irmandade NA instalou um grupo de trabalho na região e definirá, nestasemana, a data, local e horários dos encontros do Grupo de Apoio aos dependentes das Moreninhas, informou o integrante dos Narcóticos Anônimos.

De acordo com o investigador da Polícia Civil, e membro do CCS do Bandeira, Francisco de Melo, estão sendo convidados para o encontro diretores de escolas, pais de alunos, membros de igrejas e moradores em geral. “Estamos estendendo o convite para que possamos atender ao maior número possível de pessoas. É muito importante que este trabalho chegue ao conhecimento de usuários de drogas que desejam se libertar do vício maléfico”, ressaltou o policial.

Os painéis apresentados pela instituição podem ser feitos em qualquer lugar, desde igrejas, escolas e sedes de Conselhos Comunitários de Segurança (CCS). De acordo com um dos servidores do Narcóticos Anônimos de Campo Grande, o maior grupo da Capital do Estado está localizado na Igreja Perpétuo Socorro, onde mensalmente 900 membros participam dos encontros. “A experiência já comprova que quem dá continuidade à participação  nos encontros é por que está limpo”, revelou o servidor.

 Não há discriminação de raça, sexologia, crença ou idade. “Mesmo um garoto de dez anos até um senhor de 90 anos podem participar dos encontros; a família participa apenas dos encontros abertos que acontecem uma vez por mês”, explicou o representante do NA. Os Narcóticos Anônimos também disponibilizam um telefone para ajuda ao dependente, para consultar e saber onde existe o grupo mais próximo de onde reside para que possa participar e se libertar do vício. “O telefone (67) 8155-2282 é aberto a qualquer pessoa que busca apoio para sua salvação”, declarou o servidor do grupo.

Por meio de reuniões, realizadas por ex-dependentes, os NA transmitem aos dependentes que existe um problema, oferecendo ajuda para que possam fazer uma autoavaliação, partilhada em nível confidencial, reparando danos causados pelo uso de drogas. Para o investigador Francisco de Melo, a presença de moradores discutindo e opinando fortalece a atuação do Conselho Comunitário de Segurança. “Com a participação de todos teremos condições de ajudar a quem realmente precisa e também nos ajudar, haja vista que a recuperação dos dependentes de drogas contribui para a recuperação da paz de toda a comunidade”, comentou o investigador.

Leia Também