Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

CASO TIRIRICA

Conselheiro faz reclamação contra promotor

26 OUT 2010Por 00h:40

O conselheiro Bruno Dantas, do Conselho Nacional do Ministério Público, entrou ontem (25) com uma reclamação disciplinar contra o promotor Maurício Antonio Ribeiro Lopes, que questiona na Justiça se o comediante Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, é analfabeto.

Dantas ainda afirma que não questiona a legitimidade do pedido, mas a forma como o promotor está conduzindo o caso. Para ele, Lopes optou “pela desmoralização pública do candidato eleito Tiririca, em vez de se pautar sua atuação exclusivamente na técnica processual, como o fazem a esmagadora maioria dos membros do Ministério Público brasileiro que não dependem de holofotes para desenvolver seus mister e alcançar resultados positivos para a cidadania brasileira”.

Segundo a reclamação, o promotor teve “comportamento inoportuno e incompatível com a função ministerial”, ao criticar o comediante Tiririca na imprensa, alegando que o caso era uma “questão de honra”. Segundo Dantas, o posicionamento é “incompatível com o princípio constitucional da impessoalidade.”

O conselheiro ainda argumenta que a candidatura de Tiririca não foi contestada em nenhum momento dentro do prazo legal e que há dúvidas se o promotor poderia ter formulado as representações questionando se o candidato é ou não alfabetizado.

Leia Também