Quarta, 13 de Dezembro de 2017

caso TINGA

Conmebol abre investigação de racismo

15 FEV 2014Por BAND00h:00

A demonstração de racismo da torcida do Real Garcilaso a Tinga na vitória do Cruzeiro, na última quarta-feira, pela Libertadores não vai ficar impune.

A Conmebol confirmou em seu site oficial nesta sexta-feira que recebeu a denúncia do Cruzeiro informou que abrirá investigação sobre o caso.

"A Unidade Disciplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol procedeu a abertura de uma investigação preliminar contra uma denúncia recebida no dia de ontem do Cruzeiro Esporte Clube. O clube brasileiro reclama que na partida disputada no dia 12 de fevereiro contra o Real Atlético Garcilaso do Peru torcedores do time local mostraram uma conduta racista contra o jogador Paulo César Fonseca do Nascimento "Tinga".

Nesta sexta-feira, a diretoria do Cruzeiro se reunirá com o presidente da Conmebol, Eugenio Figueredo, para exigir providências sobre incidentes ocorridos no Peru durante a partida.

As informações racistas não foram relatadas, em súmula, pelo árbitro da partida, o venezuelano José Argote.

A presidente da república, Dilma Rousseff , se manifestou pelo Twitter. Já o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, divulgou em nota a imprensa que ligou para o presidente da Confederação Sul-Americana, Eugenio Figueiredo, cobrando providências.

Leia Também