sexta, 20 de julho de 2018

FAIXA VERDE

Conheça a nova camisa da seleção brasileira

1 FEV 2011Por REUTERS18h:09

O novo uniforme da seleção brasileira de futebol, lançado nesta terça-feira, será totalmente sustentável e tem como novidade uma inédita faixa no peito da camisa.

A nova versão é integralmente feita de material reciclado e será inaugurada no amistoso contra a França, no dia 9, em Paris.

'Buscamos inspiração na pintura de corpo dos guerreiros e trouxemos a faixa como símbolo da proteção e do fechamento do corpo de um atleta. A faixa tem um simbolismo e uma função', afirmou o diretor de marketing da Nike no Brasil, Tiago Pinto.

A nova camisa tem uma faixa horizontal verde na região do peito da camisa amarela e uma faixa amarela no uniforme número dois, o azul.

No uniforme atual da seleção, apenas a camisa é feita de material reciclável, ao passo que a partir de agora calções e meias também tem as garrafas pet como matéria-prima.

'A preocupação com a sustentabilidade é uma marca desse novo material', disse à Reuters o diretor de marketing no Brasil da fabricante de materiais esportivos norte-americana. 'É um material confortável e que pode ser usado em dias de calor, frio e em qualquer temperatura. Ela é toda feita de garrafas pet', acrescentou ele.

O novo uniforme também tem mais furos de ventilação para torná-lo mais confortável ao atleta. Há novas entradas de ar nos ombros e nas costas, segundo o fornecedor de material esportivo da seleção.

'Nossa grande preocupação é com o peso ao longo do jogo. Queremos manter ao longo da partida a camisa com o peso inicial de leveza e conforto. Os jogadores hoje querem também uma camisa quase customizada', declarou Pinto.

A ideia do fornecedor de material esportivo é que até 2016, data dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, seja lançado um novo uniforme por ano.

A empresa estima que cada camisa da seleção custará 199,90 reais.

O técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, foi a grande ausência da apresentação do novo uniforme. Ele não conseguiu embarcar em Lima, no Peru, onde acompanha a seleção sub-20 no Sul-Americano, devido a problemas climáticos.

(Por Rodrigo Viga Gaier)
 

Leia Também