Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Dicas

Confira dicas que podem deixar o seu fim de ano menos exaustivo

31 DEZ 2010Por Portal Educação03h:27

O mês de dezembro é também conhecido como o mês festivo, mas tanta comemoração e como fica o coração do brasileiro? Segundo psicólogos, esse é o momento de reflexão, de colocar na balança o que foi feito e o que ficou para ser concretizado no próximo ano.

Alegria também se mistura com a ansiedade e a sensação de exaustão com festas, viagens e férias.

Para a tutora do Portal Educação, psicóloga Denise Marcon, o final do ano é sempre um período tumultuado onde as pessoas estão cheias de compromissos e tarefas a cumprir.

“Muitas vezes os preparativos para as festividades acabam gerando estresse e desequilíbrio, deixando as pessoas exaustas e ansiosas”, explica a tutora.

De acordo com Lilian Lerner, psicóloga do Ambulatório de Ansiedade da Infância e Adolescência do Instituto de Psiquiatria (IPq), do Hospital das Clínicas – FMUSP, é preciso ficar atento aos fatores psicológicos e contornar as situações que realçam o estresse.

“É possível programar as compras de Natal algum tempo antes. Mas não deixar de pensar em outras coisas.

Fazer uma lista com prioridades do que tem de ser feito, raciocinar realisticamente e admitir que algumas coisas podem não ser feitas ou certos planos podem dar errado”, pondera a especialista.

Sobre as promessas ela é enfática em dizer que não se deve deixar as frustrações prevalecerem sobre a renovação dos desejos.

“Primeiramente, não seja tão radical ou negativa no balanço do ano que se passou. Em segundo lugar, não estipule metas rígidas para o próximo ano.

As pessoas podem estabelecer metas em curto, médio e longo prazo. Isso por si só dá uma dimensão temporal às promessas de ano-novo”, sugere Lilian.

Outra dica importantíssima que pode aliviar as tensões e trazer um maior bem-estar para indivíduos que lidam com a ansiedade é fazer uso da palavra, que abre as portas da felicidade pessoal, muitas vezes: o “não”.

“As dicas colocadas pela especialista são muito válidas e ajudarão as pessoas a lidar com os problemas que tendem a surgir neste período”, encerra Denise Marcon.
 

Leia Também