Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

projeto

Condomínios poderão ter registro jurídico

27 FEV 11 - 00h:00agência câmara

Em tramitação na Câmara, o Projeto de Lei 80/11 autoriza o registro dos condomínios como pessoas jurídicas de direito privado. A proposta altera o Código Civil (Lei 10.406/02) e a Lei de Registros Públicos (Lei 6.015/73)

De autoria do deputado Bernardo Santana de Vasconcellos (PR-MG), o projeto inclui na medida os condomínios existentes em desmembramentos e em loteamentos urbanos.

O texto define como condomínio o conjunto de edificações caracterizado pela existência de partes exclusivas e de partes comuns, o que inclui tanto os condomínios verticais (prédios), quanto os horizontais (casas).

A opção de se constituir como pessoa jurídica, conforme o projeto, somente poderá ser exercida por decisão de, no mínimo, 2/3 dos proprietários do condomínio.

Cobrança de cotas

Na avaliação do autor da proposta, ela será uma solução para inúmeras questões envolvendo a representação do condomínio, "especialmente em ações que envolvem a cobrança e a execução de cotas atrasadas, em razão de indefinições em torno de quem deveria figurar como autor: o condomínio representado pelo síndico ou o próprio síndico."

Para Vasconcellos, o reconhecimento da personalidade jurídica dos condomínios não acarretará ameaça aos interesses dos condôminos, uma vez que a assembleia condominial continuará decidindo soberanamente sobre a gestão coletiva, autorizando ou negando poderes ao síndico.

Ele lembra ainda que a personalização jurídica dos condomínios é uma prática reconhecida em outros países, como a França e o Chile.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Setor externo tem déficit de US$ 1,134 bi em fevereiro, mostra BC
DADOS OFICIAIS

Setor externo tem déficit de US$ 1,134 bi em fevereiro, mostra BC

BRASIL

Lava-Jato reafirma que há razões para prisão de Temer, mas que respeita decisão

Loja de roupas é autuada por anunciar produtos a R$ 60 e vender a R$ 80
PROCON

Loja de roupas é autuada
por divergência de preços

Associação repudia pedido de Dodge parar tirar poder de juiz estadual
JUSTIÇA

Associação repudia pedido de Dodge parar tirar poder de juiz estadual

Mais Lidas