Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

'LAVA-JATO'

Condenado no mensalão é preso pela PF

17 MAR 14 - 15h:48g1

O doleiro Enivaldo Quadrado, ex-proprietário da corretora Bônus-Banval e condenado no processo do mensalão a prestar serviços à comunidade, foi um dos presos na megaoperação da Polícia Federal (PF) realizada nesta segunda-feira (17) para combater o crime de lavagem de dinheiro.

A prisão foi confirmada ao G1 pela PF e pelo advogado Antônio Sérgio Pitombo, que defendeu Quadrado na ação penal do Supremo Tribunal Federal (STF).

Quadrado foi condenado pelos ministros do Supremo a 3 anos e 6 meses de prisão por lavagem de dinheiro, mas teve a pena convertida em prestação de serviços.

Desde que foi condenado pela Suprema Corte, o ex-sócio da Bônus-Banval se mudou para o município de Assis, no interior de São Paulo, onde é sócio de uma concessionária de automóveis. Ele trabalhava em uma entidade da cidade entre 7h e 14h para cumprir a pena do mensalão.

O advogado não deu detalhes sobre a prisão e disse ainda não saber se defenderá Quadrado neste caso. A prisão ocorreu na cidade de Assis, no interior de São Paulo.

No caso do mensalão, o Supremo entendeu que Quadrado utilizou a corretora Bônus-Banval para ocultar a origem de recursos oriundos das empresas de Marcos Valério, operador do mensalão, e repassar a parlamentares do PP.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Uma aposta leva mais de R$ 120 milhões na Mega-Sena
CONFIRA SE VOCÊ É O SORTUDO

Uma aposta leva mais de R$ 120 milhões na Mega-Sena

PORTARIA

Procuradores exonerados irão retornar a Lava Jato

Petrobras eleva preço da gasolina em 3,5% e do diesel em 4,2%
APÓS ATAQUE NA ARÁBIA

Petrobras eleva preço da gasolina em 3,5% e do diesel em 4,2%

Arena itaquera, vinculada ao Corinthians, é incluída no Serasa
ITAQUERA

Arena itaquera, vinculada ao Corinthians, é incluída no Serasa

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião