PRISÃO PERPÉTUA

Condenado homem que matou mãe, irmão e sobrinho de atriz

Condenado homem que matou mãe, irmão e sobrinho de atriz
25/07/2012 00:00 - CARAS ONLINE


Nesta quarta-feira, 24, Jennifer Hudson (30) foi ao tribunal de Chicago, em Illinois (Estados Unidos), para assistir ao julgamento de seu ex-cunhado William Balfourt (31), responsável pelos assassinatos de sua mãe, Darnell Donerson, do seu irmão, Jason Hudson, e do seu sobrinho, Julian King – na época com 57, 29 e 7 anos, respectivamente. O rapaz foi condenado a três sentenças consecutivas de prisão perpétua, além de invasão de domicílio e roubo residencial. As informações são do TMZ.

A sentença já havia sido proferida em 11 de maio e Balfour foi ao tribunal hoje para ouvir a condenação. O rapaz proclamou inocência até o fim, mas nada interferiu a decisão do juiz, que em determinado momento da audiência se virou para o assassino e disse: “Sua alma é tão estéril como o espaço escuro”.

O crime cometido por William Balfour aconteceu em 2008, depois que ele supostamente teve um ataque de raiva por causa de um presente que Julia Hudson, sua ex-mulher e irmã de Jennifer, teria ganhado de um ex-namorado. O julgamento do caso teve início em abril deste ano.
Jennifer Hudson ainda não se pronunciou sobre a decisão judicial.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".