DOURADOS

Conclusão de inquérito sobre a morte de Thalia depende de Laudo Pericial, diz delegado

Conclusão de inquérito sobre a morte de Thalia depende de Laudo Pericial, diz delegado
06/07/2012 17:45 - dourados news


 conclusão do inquérito sobre a morte da jovem Thalia Beloni Correia, de 14 anos, ocorrida na manhã do último sábado, dia 30 de junho, após o capotamento de um veículo GM/Corsa, dirigido por Wagner Bueno Lopes, nas proximidades da empresa Café Brasil, depende do laudo pericial solicitado pela Polícia, sobre a dinâmica do acidente e informações sobre fotografias relacionadas ao caso, disse à reportagem do Dourados News, o delegado Rinaldo Gomes Moreira, responsável pelas investigações.

O delegado informou ainda que a perícia tem prazo de 10 dias para apresentar os laudos pedidos, o que ocorrer somente na próxima semana, uma vez que o material a ser analisado foi encaminhado somente na segunda-feira, dia 02 de julho.

Sobre a prisão temporária ou preventiva do motorista causador a acidente, o delegado Rinaldo disse que não pretende fazer o pedido Neste momento, por não haver justificativas plausíveis, mas não descarta a possibilidade dependendo das circunstâncias e do comportamento do autor.

Wagner Lopes já foi indiciado por crime culposo, (sem intenção de matar), mas pagou uma fiança de R$ 2.488,00 e foi liberado pela polícia.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".