Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

2013

Concessões do BNDES batem recorde em 2013

17 FEV 14 - 00h:00folhapress

No ano passado o BNDES emprestou R$ 63,5 bilhões às empresas de micro e pequeno portes. Foi o equivalente a 33% das liberações totais do banco e um recorde histórico, de acordo com Juliana Santos, chefe do departamento de relações com agentes financeiros da instituição.

Mesmo assim, empresários relatam dificuldade na obtenção de concessões. Quase todas as recusas para a concessão de crédito acontecem nos bancos credenciados. Por isso, o banco não tem um estudo da causa das negativas.

As linhas do BNDES para pequenos empresários são indiretas -aprovadas e avaliadas por bancos credenciados. Portanto, a decisão está na mão do gerente.

Pesquisa feita pelo Simpi (Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de São Paulo) em dezembro mostrou que 44% dos micro empresários entrevistados consideram difícil obter crédito.

E 16% dos 305 entrevistados deixaram de pagar fornecedores, empréstimos ou despesas. O percentual de inadimplência aumentou em relação a novembro (12%).

Por lei, bancos não podem emprestar para quem tem restrições cadastrais, tributárias, fiscais ou problemas de inadimplência.

"Ainda assim, a aprovação do crédito é subjetiva", diz Joseph Couri, presidente do Simpi. Segundo ele, há casos de empresas que cumprem todos os requisitos e demandas e têm empréstimo negado. "Bancos com poucos recursos ficam extremamente seletivos." 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Fernandinho Beira-Mar é transferido para presídio de Campo Grande
NARCOTRAFICANTE

Beira-Mar é transferido para Campo Grande

STF

Justiça nega liberdade a hackers de celular de Moro e Dallagnol

Gerente de banco desviou R$ 1,2 milhão da conta de cliente
CAMPO GRANDE

Gerente de banco desviou R$ 1,2 milhão da conta de cliente

Dólar dispara com corte de juros e vai a R$ 4,16
MERCADO FINANCEIRO

Dólar dispara com corte de juros e vai a R$ 4,16

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião