'RODOVIA DA MORTE'

Concessionária terá de duplicar 129km da BR-163

Concessionária terá de duplicar 129km da BR-163
03/03/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


           Viaduto do Anel Viário  sobre a BR-163 dará lugar a um grande trevo (Foto: Álvaro Rezende)

Depois de anos sem investimentos significativos, o rótulo de “Rodovia da Morte” e fluxo de 30 mil veículos por dia, a BR-163 deve mudar de cara nos próximos 12 meses. De cara, o grupo CCR terá que duplicar, pelo menos, 129 quilômetros de rodovia já no primeiro ano de concessão. O contrato de concessão será assinado na quinta-feira (6). A reportagem está na edição de hoje (03) do jornal Correio do Estado.

De imediato, o atendimento que o usuário da BR-163 mudará. Hoje, motoristas que trafegam pelos 847,2 quilômetros da principal rodovia que corta o Estado têm apenas o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em alguns pontos. Com a entrega da rodovia à iniciativa privada, motoristas terão pontos de apoio. Os estudos para instalação destes pontos devem começar no prazo de três meses após o início da concessão. No prazo de seis meses, já devem estar instalados os 17 Serviços de Atendimento ao Usuário (SAUs), com atendimento médico e socorro mecânico disponíveis, além de sistema de informações aos usuários e coleta de reclamações e sugestões.

Segundo a reportagem de Patrícia Belarmino, dentro de um ano, a CCR terá que contar com um Centro de Controle Operacional específico para a BR-163 e implementar sistemas de comunicação e controle de velocidade na rodovia. Painés fixos de mensagens variáveis - normalmente sobre as condições de tráfego - também devem ser instalados até março do ano que vem em toda a rodovia.

Este é o período que a concessionária terá, ainda, para reformar todos os cinco postos da PRF ao longo da 163. Hoje, a PRF tem postos nos municípios de Jaraguari, Coxim, São Gabriel do Oeste, Campo Grande, Terenos, Rio Brilhante, Dourados, Caarapó e Mundo Novo. Até o fim do 24º mês de concessão, a PRF deve ganhar novos postos na rodovia, de acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), responsável pelo leilão das BRs em todo o país.
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".