Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RODOVIA

Concessionária da BR-163 começa a contratar em abril

Concessionária da BR-163 começa a contratar em abril
18/03/2014 00:00 - Patrícia Belarmino e Eduardo Miranda


Com a previsão de contratar cerca de cinco mil pessoas, o Grupo CCR, responsável pela administração da BR-163 deve iniciar as contratações no mês de abril. A estimativa é que a privatização da rodovia, a principal do Estado, resulte na contratação direta de mil trabalhadores, além de três mil novos empregos indiretos. O contrato de concessão da rodovia foi assinado na semana passada pela presidente da República, Dilma Rousseff, e o grupo assume a via a partir do mês que vem.

O Grupo CCR, responsável por 3,2 mil quilômetros de rodovias no país, vai administrar os 847 quilômetros da BR-163 em Mato Grosso do Sul pelos próximos 30 anos. O contrato prevê que, em cinco anos, a rodovia deve estar totalmente duplicada. Hoje, o trecho duplicado não chega a 30 quilômetros. Duplicar a rodovia, inclusive, é uma das condições impostas para o início da cobrança de pedágio. A concessionária só pode iniciar a cobrança depois de concluir a duplicação de, pelo menos, 10% do trecho, o equivalente a aproximadamente 80 quilômetros.

A concessionária assume a rodovia e começa os trabalhos iniciais a partir do mês que vem. As principais ações serão a recuperação da sinalização vertical (placas) e horizontal (faixas), além de reparos no pavimento.

Para outubro, está previsto o início do funcionamento dos Sistemas de Atendimento ao Usuário (SAUs). Ao todo, serão 17, com socorro médico e mecânico disponíveis para motorista. A cobrança de pedágio está prevista para setembro de 2015.
 

Felpuda


É grande a expectativa em torno de qual foi a justificativa de conhecida figura que beneficiou sujeito, e este, aproveitando a, digamos, boa vontade demonstrada, simplesmente “sumiu do mapa”. Órgão nacional pediu explicações para o “benfeitor”, e o prazo já venceu. Como as decisões por lá não ficam escondidas do distinto público, logo, logo, a curiosidade deverá ser contemplada. É esperar para conferir!