Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Preço de tabela

Concessionária cobra até quase 20% a mais

8 SET 2012Por terra00h:00

Os sites oficiais das montadoras do País colocam à disposição do consumidor os chamados configuradores de veículos, sistemas interativos que ajudam o cliente a escolher os modelos, versões e a consultar os preços sugeridos pela marca. Só que os valores indicados pelas fabricantes raramente são seguidos à risca por seus representantes concessionários. O pior: sofrem sobrepreço.

De acordo com o Procon-SP a reclamação de consumidores contra lojas é crescente, sobretudo em relação a modelos recém-lançados. De modo geral, eles alegam que as lojas cobram muito acima do valor de tabela. "O problema é que os preços são livres, cada concessionária cobra o valor que achar que deve cobrar. Se o consumidor tiver dúvidas e se achar que realmente existe abuso, avaliamos a questão", explica Fátima Lemos, assessora técnica Procon-SP.

Por conta da disparidade de preços entre os mesmos veículos em concessionárias da mesma região, especialistas orientam que a única saída é a pesquisa de preço. Além de não pagar a mais, a pesquisa de mercado serve para que descontos sejam negociados. "O consumidor nunca deve comprar no primeiro lugar, mesmo que tenha a pressão de vendedores. Se quer economizar ou não comprar um modelo com sobrepreço, tem que pesquisar", explica Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste).

Em declaração, a Associação Brasileira de Concessionárias Chevrolet (Abrac) diz que a órgão trabalha para melhorar as condições de compras e negociação de preços junto ao fabricante para os concessionários, e que "não existe um meio de punição para as lojas que cobram acima do mercado".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também