sábado, 21 de julho de 2018

CONSUMO

Compra de material é bom momento de educar as crianças

15 JAN 2011Por INFOMONEY03h:28

A compra do material escolar pode ser uma boa oportunidade para ensinar os filhos a lidarem de forma responsável com o dinheiro. Ao menos esta é a opinião dos autores de “Você sabe lidar com o seu dinheiro? Da infância à velhice” - Primavera Editorial - , os jornalistas Marília Cardoso e Luciano Gissi Fonseca.

“O ideal é que a criança participe das compras e que os pais aproveitem a ocasião para ensinar limites e para falar sobre valores que serão importantes durante toda a vida. Ao incluir a criança no processo de compra, os pais colaboram na formação de cidadãos que praticam o consumo consciente”, argumenta Fonseca.

Marília concorda e completa: “muitos especialistas recomendam aos pais que deixem as crianças em casa na hora de comprar o material escolar. Mas discordo dessa orientação! (…) Os pais têm a missão de mostrar que o dinheiro não cai do céu nem brota em árvores; lição que resolve dois problemas de uma única vez. Primeiro porque justifica as saídas diárias para o trabalho; segundo, forma cidadão conscientes do seu consumo”.

Como fazer?
Ainda de acordo com os autores, quem decide levar os filhos às compras e aproveitar este momento para educá-los financeiramente deve, antes de sair de casa, combinar com as crianças o valor que irão gastar.

Além disso, é necessário detalhar a lista do material escolar, lembrando que nada que está fora da relação deve ser comprado.

Na hora das compras, é interessante distinguir o caro do barato e diferenciar as necessidades básicas das coisas que podem esperar. “É importante que desde muito cedo as crianças aprendam o sentido correto das palavras dinheiro e prioridade”, defende Marília.

Por fim, aconselham, os pais devem estimular a criança a economizar dentro do valor estipulado, colocando a sobra em um cofrinho. Outra medida é incentivar a economizar em determinado item para poder gastar mais em outro.

Leia Também