quarta, 18 de julho de 2018

ORÇAMENTO DA UNIÃO

Complexo olímpico pode ser construído na Capital

26 NOV 2010Por Arlindo Florentino00h:00

 Uma emenda, apresentada pela bancada federal de Mato Grosso do Sul, para ser incorporada ao Orçamento da União para o próximo ano, prevê a liberação de verba específica para a construção do Complexo Olímpico de Campo Grande, no valor de R$ 50 milhões. Todo o processo começou há mais de 16 anos, como um sonho dos dirigentes das federações esportivas. Agora, o vereador João Rocha (PSDB) apresentou o projeto à senadora Marisa Serrano (PSDB), que fez o encaminhamento final, que foi acatado pelos demais integrantes da bancada.

"Estou nesse segmento há mais de 40 anos, passamos por todas as fases, fomos atletas, técnicos e hoje eu estou aqui no parlamento lutando pelo esporte. Há 16 anos quando assumi a presidência da Fundação Estadual de Esporte comecei a luta pela construção do Centro de Excelência de Esporte, para que as condições adequadas fossem instaladas", afirmou o vereador.

De acordo com o projeto, o Complexo Olímpico será construído na área do parque Ayrton Senna e será dotado de duas arenas, uma para a prática de esportes coletivos e outra para os individuais, pista de atletismo emborrachada, piscina olímpica, campo de futebol, quadras de tênis, salão multiuso e em vez de refeitório haverá um restaurante e no lugar de alojamentos será construído um hotel, com o centro devendo ser um dos mais modernos do País. O local também vai abrigar as sedes das federações esportivas do Estado.

"O complexo terá o necessário para realizarmos grande competições e também oferecermos boas instalações para a preparação dos nossos atletas. Nos últimos anos acompanhamos a saída de várias de nossas revelações no esporte para outros estados, justamente pela falta de condições apropriadas para os treinamentos", afirmou Rocha.

Leia Também