Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Companhia aérea manda comissárias trabalharem de minissaia

16 MAR 14 - 13h:30FOLHAPRESS

Depois da polêmica sobre as companhias aéreas que proíbem suas comissárias de casar ou engravidar, a japonesa Skymark Airlines recebeu críticas de um grupo de comissárias de bordo que afirmam que o uniforme composto por minissaias facilitam o assédio sexual. Segundo o jornal "Japan Times", em dezembro do ano passado a empresa anunciou que voaria na aeronave 10 Airbus A330-300s pela primeira vez em seus voos Haneda-Fukuoka. Os novos uniformes foram um meio de promover a ação. As minissaias têm atraído críticas da Federação Japonesa de Comissários de Bordo, que faz parte da Federação Japonesa de Sindicato dos Trabalhadores da Aviação. O uniforme também provocou um intenso debate na Internet.

A federação afirmou que o uniforme não é apropriado para o trabalho realizado por comissárias, que inclui posições de agachamento ou alongamento. "Além disso, a empresa está tratando as mulheres como produtos, uma vez que é a publicidade do uniforme que vai atrair clientes. Nós temos que duvidar da moral da companhia", afirmou, em nota, a organização.

Um porta-voz da Skymark disse que a companhia não está tratando as mulheres como produtos e explicou que o uniforme faz parte de sua campanha para promover a estreia do A330. Ele disse que o uniforme não afeta a segurança do avião e que a empresa não tem recebido reclamações diretamente da federação. Segundo o porta-voz, a minissaia será utilizada apenas durante os seis meses da campanha, por quem trabalhar a bordo do A330. Após o período, a companhia aérea adotará novamente seu uniforme regular.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

Ângela Maria Costa: "A falácia da participação popular"

Integrante do Conselho Municipal de Educação
OPINIÃO

João Badari: "Concessão de aposentadoria poderá ficar mais difícil"

Advogado

Felpuda

EDUCAÇÃO

Ensino superior a distância tem mais vagas do que o presencial

É o que revela Censo da Educação Superior divulgado hoje

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião