ECONOMIA

Comércio perde 50% das vendas durante feriados

Comércio perde 50% das vendas durante feriados
24/08/2010 09:22 -


ADRIANA MOLINA
 
A “paradeira” provocada pelos feriados de 26 de agosto e 7 de setembro poderá derrubar em até 50% as vendas do comércio varejista da Capital, segundo estimativa da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG). A entidade prevê que as datas representarão prejuízos aos lojistas nos dois meses porque estão bem próximas uma da outra e cairão em uma quinta e terça-feira, respectivamente, dias que normalmente são emendados aos finais de semana em empregos públicos e algumas empresas privadas.
Com quatro dias de folga, muitos viajam, deixando praticamente desertas as ruas do centro da cidade. “Restaurantes e lojas que vendem a linha branca são os mais prejudicados. No caso dos restaurantes, eles perdem a maior parte seus clientes que almoçam diariamente no intervalo do trabalho; e nas lojas de eletrodomésticos as vendas despencam porque muitos aproveitam a folga para ir até o Paraguai comprar produtos do tipo, a preços menores”, explica o vice-presidente da ACICG, João Carlos Polidoro.
Outros segmentos, como o de vestuário e acessórios, também estão desanimados com os feriados que, segundo eles, devem deixar bem menores que o normal os faturamentos dos meses de agosto e setembro. “Quando acontecem feriados assim, em que grande parte dos trabalhadores emendam com o final de semana e viajam, a movimentação cai principalmente no nosso melhor dia de vendas da semana: o sábado. Ficam pelo menos 30% menores”, conta a gerente de uma loja de roupas femininas, Léa Gandie Ley.
Para minimizar os efeitos das duas datas, algumas empresas decidiram fazer liquidações, na tentativa de atrair maior quantidade de clientes antes dos feriados e compensar a “paradeira”. A loja de acessórios e lingeries em que Eva Pereira de Souza é gerente, por exemplo, optou por oferecer descontos de até 50% nesta semana. “Além dos descontos estamos dando brindes e colocamos funcionárias na porta da loja para trazer o cliente que passa pela calçada”, disse.
A ACICG também deverá promover na primeira semana de setembro, que ficará entre os dois feriados, a promoção anual Liquida Campo Grande. Serão cerca de 2,8 mil lojas da Capital oferecendo descontos de até 70%. De acordo com a associação, o evento será uma boa oportunidade para os lojistas melhorarem os faturamentos de agosto e setembro, considerados os mais fracos do ano pelo setor.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".