segunda, 16 de julho de 2018

DIA NACIONAL DO SAMBA

Comemoração terá música e homenagens

4 DEZ 2010Por OSCAR ROCHA09h:15

O Dia Nacional do Samba, comemorado na última quinta-feira, dia 2 de dezembro, ganha festa especial hoje na Esplanada da Estação Ferroviária, às 19h30min, numa promoção da Liga das Entidades Carnavalescas (Lienca) e a Fundação Municipal de Cultura (Fundac). Na programação, representantes de vários bairros e escolas de samba da Capital.

Em um primeiro momento, as baterias das escolas Catedráticos do Samba e Igrejinha animarão o evento. Na sequência, os grupos Vermelho e Branco, Mistura de Raça e Fuzuera mostrarão repertório próprio e sucessos do samba. Um momento importante será a homenagem que a Liga fará para personalidades e empresas que colaboram com a divulgação do samba em Campo Grande.

Na parte final, Bibi do Cavaco e Banda farão painel do ritmo em vários períodos. No repertório, canções de Geraldo Pereira, Fundo de Quintal, Jair Rodrigues, Harmonia do Samba. “Também mostrarei duas composições próprias – ‘Cilada’ e ‘Pagodeira’, diz Bibi do Cavaco.

Para ele, o samba em Campo Grande, nos últimos anos, cresceu em termos de grupos e locais para tocar, mas ainda sofre pela falta de maior divulgação de músicas autorais dos sambistas. “Outros gêneros, como o sertanejo e o rock conseguem fazer isso com mais facilidade, o samba, não”, diz. Uma das tentativas para reverter esse processo é o projeto Morada no Samba, que ele quer implantar. “Em um dia de semana, queremos destacar o trabalho autoral dos sambistas locais e também destacar repertório de autores nacionais que não são divulgados”, destaca Bibi.

Por outro lado, o músico diz que o samba ganha ampliação de público quando aparece com outros gêneros, principalmente o pop rock, como faz a banda Curimba.  “Chama a atenção de um público que, muitas vezes, estava afastado do samba e que acaba conhecendo, gostando, quando ouve bandas que também destacam o samba no repertório”, avalia. A comemoração de hoje tem entrada franca.

Leia Também