Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

carnaval

Começa a temporada de ensaios técnicos na Sapucaí

11 JAN 2011Por veja online10h:01

O carnaval é só em março, mas, para os cariocas, a folia começou no último domingo. Cerca de 25.000 pessoas lotaram as arquibancadas do Sambódromo à noite para assistir à abertura dos ensaios técnicos das escolas de samba, que vão agitar os fins de semana da cidade até 27 de fevereiro - data do teste de luz e som com a atual campeã Unidos da Tijuca. Originalmente, os ensaios técnicos foram criados para que as agremiações aprimorassem fundamentos dos desfiles - como canto, movimento das alas e coreografias. A possibilidade de ver e ouvir as escolas, no entanto, atraiu tanta gente que fez dessas passagens pela pista em uma espécie de exibição prévia dos desfiles. O início dos trabalhos ficou por conta de centenas de baianas de todas as agremiações, que fizeram a lavagem simbólica da pista – a exemplo da tradicional lavagem da escadaria da Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, em Salvador. Para atrair as boas vibrações, elas recorreram a galhos de arruda e defumadores.

Para o público, a boa notícia é a possibilidade de finalmente poder voltar a vibrar com as escolas em ação. Mas o crescimento dos ensaios também revela problemas: o atraso de mais de duas horas para o início das atividades deixou evidente os problemas de organização. Primeira a entrar na avenida, a Acadêmicos da Rocinha, do Grupo de Acesso A, começou a se apresentar depois das 21h. A agremiação, que este ano traz o enredo Rocinha! Estou vidrado em você!, surpreendeu pelo grande contingente: 2.300 componentes. Para minimizar o atraso da programação, eles foram obrigados a passar pela passarela em ritmo acelerado.

Recém-chegada ao Grupo Especial, a São Clemente, campeã do Grupo A em 2010, desfilou em seguida. Com o enredo ‘O seu, o meu, o nosso Rio, abençoado por Deus e bonito por natureza’, a escola tentará fugir do estigma de ‘Ioiô’ e, finalmente, se manter na elite do carnaval carioca. Mesmo sem despertar grande comoção, a escola esquentou o público para a grande atração da noite, o Salgueiro.

Já passava de meia-noite quando a Vermelha-e-branca da Tijuca entrou em cena. Mesmo assim, as arquibancadas permaneciam repletas, com um público ansioso para assistir ao treino de uma das favoritas na briga pelo título desse ano. Campeã do Grupo Especial em 2009, a escola aposta esse ano no enredo “Salgueiro apresenta: O Rio no Cinema”, dos carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage.

No lugar do clássico carro Abre-Alas dos desfiles oficiais, um tripé sintetizava a idéia do enredo, com uma claquete sobre o calçadão da Praia de Copacabana. Outros pontos altos ficaram por conta da rainha de bateria Viviane Araújo e da comissão de frente, que preparam figurinos especiais para o ensaio. Mas a grande surpresa coube a Carlinhos Coreógrafo. Responsável por uma das alas, ele interpretou Madame Satã e deu um show à parte.

Blocos

Mais cedo, cerca de 40 blocos saíram pelas ruas do centro do Rio, nos arredores da Praça XV, arrastando milhares de pessoas. Tratava-se da abertura extra-oficial do carnaval de rua da cidade, sob a liderança da Associação Folia Carioca. Os foliões aproveitaram para protestar contra as exigências da Polícia Militar para o próximo carnaval, como a instalação de torres de observação e unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) móveis. Segundo representantes dos foliões, a medida deveria se limitar a megaeventos e não se estender aos blocos carnavalescos.

Nesta segunda-feira, a Riotur divulgou a lista de 424 blocos e bandas autorizados a desfilar no Carnaval 2011. No ano passado, esse número foi de 465. Só na Zona Sul serão 153 blocos, incluindo a famosa Banda de Ipanema. No Centro, serão 74, com destaque para o tradicional Cordão do Bola Preta. A Zona Norte terá 65 blocos; a Grande Tijuca, 49; Barra e Jacarepaguá, 42; Zona Oeste, 27; e Ilha do Governador, 14.

Leia Também