Segunda, 11 de Dezembro de 2017

FRONTEIRA

Comboio em meio a plantações de soja é nova tática de bandidos

17 JAN 2014Por DA REDAÇÃO00h:00

Traficantes e contrabadistas adotam nova rota e em comboios utilizam lavouras particulares para burlar a fiscalização no transporte de drogas e produtos ilegais em Mato Grosso do Sul., mostra reportagem na edição de hoje (17) do jornal Correio do Estado. Em 2013, houve o aumento de 20% só nas apreensões de drogas em meio às plantações de soja, milho ou cana-de-áçucar, nas fazendas da região de fronteira.

Para combater os criminosos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) conta com apoio de helicóptero nas operações, que na maioria das vezes resulta em perseguição e até acidentes.
Segundo o chefe de Fiscalização da PRF, Airton Motti, somente na região de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, são pelo menos três apreensões por mês, em meio às lavouras.

A nova rota foi adotada pelos traficantes depois que aumentou também o volume de drogas transportadas por veículos. Deste modo, os criminosos escolhem as lavouras porque com o veículo abarrotado de droga, não há como passar pelas barreiras policiais, sem serem flagrados. A reportagem é de Rafael Bueno.

Leia Também