Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Campeonato Gaúcho

Com time reserva, Grêmio bate o Porto Alegre

20 MAR 2011Por Edu Andrade/Gazeta Press17h:21

Com apenas o goleiro Victor como titular, o Grêmio se recuperou na Taça Farroupilha, segundo turno do Campeonato Gaúcho, e bateu o Porto Alegre por 3 a 0 neste domingo, no Estádio Passo d'Areia. O argentino Escudero abriu o placar e comemorou seu primeiro gol com a camisa tricolor. Ainda no primeiro tempo, Júnior Viçosa ampliou. No último minuto, Viniciús Pacheco definiu o resultado.

Além de representar a reação da equipe de Renato Gaúcho, que foi surpreendida pelo Cruzeiro em casa na última rodada do Estadual e só empatou com o León no Peru no meio de semana, pela Libertadores da América, o triunfo também teve sabor especial pelo fato de o Porto Alegre ter como dono e presidente Roberto de Assis, empresário de Ronaldinho. A torcida gremista não perdoa o agente pela forma como ele conduziu a negociação do astro, que esteve perto de voltar ao Olímpico, mas acertou com o Flamengo no início do ano.

O Grêmio é o quarto colocado do Grupo 2 da competição. O Santa Cruz lidera com sete. O próximo compromisso tricolor é contra o Inter de Santa Maria, quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Olímpico. Já o Porto Alegre, dono da pior campanha do Gaúcho, visita o Pelotas, no mesmo dia, mas às 20h.

No gramado sintético do Estádio Passo d'Areia, o Grêmio começou com tudo. Logo aos 4min, o time saiu na frente com um golaço do argentino Escudero. O meia-atacante pegou de primeira o cruzamento de Mithyuê e a bola foi no ângulo.

Mesmo com as dificuldades impostas pelo gramado, o Grêmio manteve o ritmo e aos 27min ampliou. Júnio Viçosa mostrou oportunismo ao escorar de cabeça a bola que veio dos pés de Pessali. Festa da torcida gremista, que foi maioria esmagadora no estádio.

O placar poderia ter sido ampliado ainda no fim do primeiro tempo, quando Escudero perdeu um gol feito. O argentino recebeu dentro da área, mas parou em uma bela defesa do goleiro Giovani.

Na etapa final, o Grêmio continuou controlando as ações, mas sem a mesma agressividade ofensiva do primeiro tempo. Somente no fim a emoção reapareceu. Aos 45min, Vinícius Pacheco recebeu de Leandro, driblou o goleiro e sacramentou a vitória tricolor.

Leia Também